Psicologia do Desenvolvimento Infantil: Publicações Nacionais na Primeira Década do Século XXI

Scheila Machado da Silveira Becker, Cláudia de Moraes Bandeira, Ricardo Bertazzo Ghilardi, Claudio Simon Hutz, Cesar Augusto Piccinini

Resumo


Buscou-se caracterizar a produção científica nacional em psicologia do desenvolvimento infantil (0-12 anos), entre 2001-2010, em periódicos nacionais Qualis/CAPES A1, A2, B1. Analisou-se 388 artigos segundo três grupos de itens: características da autoria; temática e referencial teórico; características dos artigos empíricos. Os resultados indicaram aumento na produção ao longo da década. A maioria dos autores provém de instituições federais e as parcerias realizadas foram locais. Verificou-se prevalência de estudos empíricos onde a faixa etária mais investigada foi entre 6-12 anos. Grande parte das pesquisas envolveu a criança como participante na coleta de dados. O delineamento mais utilizado foi levantamento, com prevalência de métodos quantitativos. Os achados indicam que a pesquisa nacional em desenvolvimento infantil ainda apresenta delineamentos simples, transversais e quantitativos. Isso tende a diferir do padrão apresentado por estudos internacionais relevantes, que sugerem um novo paradigma na área com destaque para estudos longitudinais, apropriados para investigar o desenvolvimento infantil.


Palavras-chave


Desenvolvimento infantil; Publicações nacionais; Produção científica.

Texto completo:

PDF




e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.