Rotina acadêmica e relação com colegas e professores: Impacto na evasão universitária

  • Marucia Patta Bardagi UFSC
  • Claudio Simon Hutz UFRGS
Palavras-chave: estudante universitário, carreira, ensino superior, relação professor-aluno

Resumo

As atividades acadêmicas e o bom relacionamento com colegas e professores são citados na literatura como preditores da satisfação acadêmica com o curso superior. Este estudo identificou a importância percebida dos relacionamentos interpessoais e do envolvimento acadêmico para a evasão entre universitários. Foram realizadas entrevistas individuais com oito alunos evadidos, homens e mulheres entre 20 e 25 anos (M=22,6), de diferentes áreas de formação, analisadas qualitativamente. Identificou-se um baixo envolvimento acadêmico durante a graduação e um mau relacionamento percebido com professores. Já o bom relacionamento com colegas auxiliou a postergar a evasão. Estes resultados apontam a necessidade de favorecer um maior envolvimento acadêmico dos alunos, além de maior reflexão sobre o papel dos professores no desenvolvimento de carreira dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marucia Patta Bardagi, UFSC
Dsicóloga, doutora em Psicologia (UFRGS), bolsista de pos doutorado júnior Cnpq, pesquisadora das áreas de desenvolvimento de carreira e avaliação psicológica
Claudio Simon Hutz, UFRGS
Doutor em Psicologia (IOWA), professor titular do curso de Psicologia da UFRGS. Fundador e membro do IBAP.
Publicado
2012-05-07
Como Citar
Bardagi, M. P., & Hutz, C. S. (2012). Rotina acadêmica e relação com colegas e professores: Impacto na evasão universitária. Psico, 43(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/7870
Seção
Artigos