Sobre o conceito de formação na abordagem (auto)biográfica

Inês Ferreira de Souza Bragança

Resumo


O presente artigo focaliza a análise do conceito de formação no contexto da abordagem (auto)bio-
gráfica. Observa-se que, no campo educativo, para além da contribuição nos processos de investigação, a especificidade da referida perspectiva coloca-se, nomeadamente, por seu potencial formador. Busca-se, assim, ao longo do texto, trazer reflexões sobre sentidos da formação, inicialmente destacando o conceito por meio da revisão de literatura e, a seguir, tematizando as articulações possíveis quanto à aprendizagem experiencial e aos processos identitários, que, de forma recorrente, interrelacionam-se à formação, na literatura estudada.

Palavras-chave


formação; abordagem (auto)biográfica; aprendizagem experiencial; processos identitários

Texto completo:

PDF


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS