Ensino na graduação e professores não pesquisadores: atitudes investigativas no ensino superior

Lígia Cardoso Carlos, Vânia Alves Martins Chaigar

Resumo


O texto aborda aspectos de uma investigação que se insere no âmbito dos estudos da Pedagogia universitária e tem como foco a qualidade do ensino na graduação. Parte do contexto atual, no qual tanto a formação quanto a valorização do docente universitário estão centradas nas habilidades de pesquisa e, nele, visualiza os professores que não realizam a pesquisa no modelo acadêmico formal. Na busca de dados, elaboramos uma amostra de docentes de instituições públicas e privadas e nos aproximamos das práticas mais usuais que caracterizam suas lógicas de docência.Esses professores revelam-se constantemente envolvidos com exercícios de reflexão acerca do currículo, da prática profissional e da problemática social na qual suas ações estão implicadas e fazem de suas práticas profissionais ambientes de exercício de atitudes investigativas, vivenciadas como princípio metodológico no ensino. Suas docências podem ser compreendidas como lócus de desenvolvimento profissional e de produção do conhecimento.

Palavras-chave


ensino superior; pedagogia universitária; formação docente

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0101-465X | e-ISSN: 1981-2582


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.