Para Além do Conceito Cotidiano: a concepção de atividades de ensino-aprendizagem com vistas à (re)conceitualização de apresentações acadêmicas

Adriana de Carvalho Kuerten Dellagnelo, Leonardo da Silva, Nara Vieira da Rocha

Abstract


Este estudo investiga a concepção de atividades de ensino-aprendizagem de dois professores para um curso de inglês com foco em apresentações acadêmicas oferecidas pelo programa “Idiomas sem Fronteiras”. Em particular, procura-se desvendar até que ponto tal concepção abriu o caminho para a (re)conceptualização de apresentações acadêmicas ao longo do curso. Apresenta-se a noção vygotskyana de desenvolvimento de conceitos para entender a relação entre conceitos espontâneos e científicos na narração dos professores sobre a sua prática. Essas narrativas sugerem que os professores em questão parecem preocupados com a subjetividade dos alunos bem como com a importância de conceitos cotidianos na construção do conceito científico nas apresentações acadêmicas. Nesse sentido, apesar do fato dos próprios professores não fazerem referência explícita ao desenvolvimento de conceitos, a sua prática pedagógica se organiza para promover a (re)conceptualização de apresentações acadêmicas pelos alunos através do confronto de conceitos espontâneos e científicos.

 

************************************************************************************************************************************************************************************************************

 

Beyond the Everyday Concept: the conception of teaching-learning activities aimed at the (re)conceptualization of academic presentations

 

This study investigates two teachers’ conception of teaching and learning activities for an English course focusing on academic presentations offered by the “Languages Without Borders” program. Particularly, the aim is to unveil to what extent such conception has opened room for the (re)conceptualization of academic presentations along the course. Vygotsky’s notion of concept development is presented so as to understand the relation between spontaneous and scientific concepts in the teachers’ narration of their practice. These narratives suggest that the teachers in question seem concerned with the students’ subjectivity as well as with the importance of everyday concepts in the construction of the scientific concept of academic presentations. In this sense, despite the fact that the teachers themselves do not make explicit references to concept development, their pedagogical practice is organized so as to promote the students’ (re)conceptualization of academic presentations through the confrontation of spontaneous and scientific concepts.

 

Keywords: Concept development; Spontaneous concepts; Scientific concepts; Academic presentations.


Keywords


Desenvolvimento de conceitos; Conceitos espontâneos; Conceitos científicos; Apresentações acadêmicas.

Full Text:

PDF(PORTUGUESE)

References


Freire, Paulo 1994. A importância do ato de ler. São Paulo: Cortez; Editora Autores Associados.

Heath, Shirley Brice 2001 [1982]. What no bedtime story means: narrative skills at home and school. In: Duranti, A. (Org.) Linguistic anthropology: a reader. Oxford: Blackwell, pg. 318-342

Lantolf, James & Thorne, Steven 2006. Sociocultural theory and the genesis of second language development. Oxford: OUP.

Lantolf, James. 2011. Sociocultural theory and L2 learning. Curso em Programa de Pós-graduação, Penn State University.

Lesnhak, Simone 2014. O sujeito na relação com o outro por meio da escrita: a apropriação de modos de dizer para inserção profissional na esfera jurídica. Tese de Doutorado, Universidade Federal de Santa Catarina.

Newman, Fred & Holzman, Lois 2002. Lev Vygotsky: cientista revolucionário. São Paulo: Loyola.

Oliveira, Martha Kohl 1993. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento: um processo sócio-histórico. São Paulo: Scipione.

Richards, Jack C. & Rodgers, Theodore .S 1986. Approaches and methods in Language Teaching: A description and analysis. New York: Cambridge University Press.

Sarmento, Simone & Kirsch, William 2015. Inglês sem Fronteiras: uma mirada ao contexto de prática pelo prisma da formação de professores a partir do trabalho docente. Ilha do Desterro.

Smagorinski, Peter; Cook, Leslie Susan & Johnson Tara Star 2003. The twisting path of concept development in learning to teach. Teachers’ College Record 105, pg. 1399-1436.

Street, Brian 1984. Literacy in theory and practice. Cambridge: CUP.

Veer, R. van der; Valsiner, J. 1996. Vygotsky: uma síntese. 3 ed. São Paulo: Edições Loyola.

Vygotsky, Lev S. 2001 [1934]. A construção do pensamento e da linguagem. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes.

Vygotsky, Lev S. 2007 [1978]. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/2178-3640.2015.s.21020



e-ISSN: 2178-3640

  This journal is a member of, and subscribes to the principles of, the Committee on Publication Ethics (COPE) http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons

Except where otherwise noted, content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.

Editorial Policies of Brazilian Scientific Journals.* Deposit availability: Blue .

 

 Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS