Diálogo ecumênico, promoção humana e busca da paz

  • Tiago de Fraga Gomes Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Diálogo. Cooperação. Ecumenismo. Promoção Humana. Paz.

Resumo

A divisão entre os cristãos é uma realidade dramática. É urgente uma nova concepção identitária que prescinda de uma perspectiva polêmica e apologética, para abraçar uma postura mais fraternal e dialógica. Pensar ecumenicamente, segundo Wolff, requer disposição para entender as razões do outro, para receber críticas e para mudar de opinião caso seja necessário. Convivência, cooperação e diálogo são correlatos de toda ação ecumênica. Geffré propõe algumas condições para o diálogo ecumênico: respeito às diferenças, fidelidade à própria identidade, reconhecimento de certa igualdade entre os interlocutores e busca de pontos em comum sobre os quais se possam estabelecer acordos. Por coerência, os cristãos nunca deveriam renunciar à luta pela justiça, pelos direitos humanos e pela paz, e somente unidos terão chances de persistir nessa empreitada. Segundo Von Sinner, três valores ajudam no empenho ecumênico em busca da paz: confiança, esperança e serviço. A cooperação entre os cristãos no serviço à promoção humana e à busca da paz é o princípio e a culminância do empenho ecumênico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago de Fraga Gomes, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Doutorando em Teologia pela PUCRS, Bolsista da CAPES.

Referências

ANTONIAZZI, Alberto. A missão da Igreja no documento. In: Santo Domingo: ensaios teológicopastorais. Petrópolis: Vozes, 1993.

ARBOLEDA MORA, Carlos. Medio siglo de ecumenismo: retos del futuro. Cuestiones Teológicas, Medellín, v. 40, n. 93, p. 199-212, jan.-jun. 2013.

BÍBLIA. Português. A Bíblia de Jerusalém. Nova edição rev. e ampl. São Paulo: Paulus, 2002.

BIZON, José et al. (Org.). Diálogo inter-religioso: 40 anos da declaração Nostra Aetate, 1965-2005. São Paulo: Paulinas, 2005.

______. Ecumenismo: 40 anos do decreto Unitatis Redintegratio, 1964-2004. São Paulo: Paulinas, 2004.

DIAS, Zwinglio Mota. Sobre os empenhos ecumênicos na promoção defesa dos direitos humanos. Plura, Juiz de Fora, v. 4, n. 1, p. 116-126, jan.-jun. 2013.

FRANCISCO. Exortação Apostólica Evangelii Gaudium: sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual. São Paulo: Paulinas, 2013.

FRESTON, Paul. Fé bíblica e crise brasileira: posses e política, esoterismo e ecumenismo. São Paulo: ABU, 1992.

GEFFRÉ, Claude. Como fazer teologia hoje: hermenêutica teológica. Trad. Benôni Lemos. São Paulo: Paulinas, 1989.

______. Crer e interpretar: a virada hermenêutica da teologia. Trad. Lúcia M. Endlich Orth. Petrópolis: Vozes, 2004.

______. De Babel à Pentecostes: ensaios de teologia inter-religiosa. Trad. Margarida Maria Cichelli Oliva. São Paulo: Paulus, 2013.

GOMES, Tiago de Fraga. A eclesiologia conciliar na América Latina: a comunhão gera a missão. Porto Alegre: Editora Fi, 2015.

HAMMES, Érico João. Mística e espiritualidade da paz e não violência. Pistis e Práxis, Curitiba, v. 7, n. 1, p. 65-82, jan.-abr. 2015.

HORTAL, Jesús. E haverá um só rebanho: história, doutrina e prática católica do ecumenismo. 2. ed. São Paulo: Loyola, 1996.

IV CONFERÊNCIA GERAL DO EPISCOPADO LATINO-AMERICANO. Santo Domingo: nova evangelização, promoção humana e cultura cristã. Tradução oficial da CNBB. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1993.

LONGUINI NETO, Luiz. O novo rosto da missão: os movimentos ecumênico e evangelical no protestantismo latino-americano. Viçosa: Ultimato, 2002.

PAULO VI. Exortação Apostólica Evangelii Nuntiandi: sobre a evangelização no mundo contemporâneo. 20. ed. São Paulo: Paulinas, 2008.

PONTIFÍCIO CONSELHO PARA A PROMOÇÃO DA UNIDADE DOS CRISTÃOS; FEDERAÇÃO LUTERANA MUNDIAL. Do conflito à comunhão: comemoração conjunta católico-luterana da Reforma em 2017. Relatório da Comissão Luterana – Católico-Romana para a Unidade. Tradução de Érico João Hammes. Brasília: Edições CNBB; São Leopoldo: Sinodal, 2015.

VON SINNER, Rudolf. Confiança e convivência: reflexões éticas e ecumênicas. São Leopoldo: Sinodal, 2007.

WOLFF, Elias. Caminhos do ecumenismo no Brasil: história, teologia, pastoral. São Paulo: Paulus, 2002.

______. Concílio Vaticano II: o diálogo na Igreja e a Igreja do diálogo. Cadernos de Teologia Pública, São Leopoldo, v. 12, n. 101, p. 1-23, 2015.

______. Elementos para uma espiritualidade do diálogo inter-religioso. Encontros Teológicos, Florianópolis, v. 31, n. 2, p. 295-308, maio-ago. 2016.

______. Igrejas e ecumenismo: uma relação identitária. Estudos Teológicos, São Leopoldo, v. 45, n. 2, p. 18-30, 2005.

______. Divisões na Igreja: desafios para o ecumenismo hoje. Theologica Xaveriana, Bogotá, v. 65, n. 180, p. 381-407, 2015.

Publicado
2017-08-31