O espaço litúrgico como experiência mistagógica

  • Thiago Aparecido Faccini Paro Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Liturgia. Espaço Litúrgico. Mistagogia. Altar.

Resumo

O local destinado à reunião dos cristãos e, especialmente da celebração dos sacramentos é chamado de “espaço litúrgico”. A sua forma arquitetônica e disposição devem favorecer o encontro com Aquele que ali se esconde, ou seja, remeter o fiel ao mistério de Cristo. Porém, muitos dos espaços celebrativos da atualidade mostram-se em crise, pois a reprodução mecânica, a falta de um projeto iconográfico e catequético, e o excesso de cartazes e coisas que não pertencem ao espaço sagrado não têm contribuído para que estes espaços cumpram o seu papel de conduzir para o mistério ali celebrado. É preciso redescobrir o sentido do espaço litúrgico, o seu valor simbólico e ritual, transformando-o, assim, num espaço mistagógico, em que o fiel seja levado a fazer experiência do Mistério de Cristo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Aparecido Faccini Paro, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Especialista em Espaço Litúrgico e Arte Sacra pela PUCRS, Especialista em Liturgia, Ciência e Cultura e Mestrando em Teologia Sistemática pela PUCSP e membro da equipe de reflexão do setor de Espaço Litúrgico da Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da CNBB.

Referências

AS INSTRUÇÕES Gerais dos Livros Litúrgicos (IGLL). 3. ed. São Paulo: Paulus, 2004.

BÍBLIA Tradução Ecumênica, TEB. São Paulo: Loyola, 1994.

BUYST, Ione. Mistagogia hoje: como e quando? In: Revista de Liturgia. n. 202,

jul.-ago. 2007.

COMPÊNDIO do Vaticano II. Constituições, decretos e declarações. 29. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano: a essência das religiões. Lisboa: Livros do Brasil, 1956.

FERREIRA, Aurélio B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

GUIMARÃES, Marcelo R. O espaço da celebração. In: CNBB. Liturgia em Mutirão: subsídio para a formação. Brasília: CNBB, 2007.

LITURGIA da Santa Missa Maronita. Igreja Antioquena Oriental. Siríaca – Aramaica. Católica Apostólica Romana. Diocese de Nossa Senhora do Líbano. São Paulo, e publicada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil com acréscimos aprovados pela 1998.

MACHADO, Regina C. A. O espaço da celebração: mesa, ambão e outras peças. 4. ed. São Paulo: Paulinas, 2004.

MISSAL Romano. Tradução portuguesa da 2. ed. típica para o Brasil realizada Sé Apostólica. Petrópolis: Paulinas/Vozes, 1992.

MOLTMANN, Jurgen. Deus na Criação: doutrina ecológica da criação. Petrópolis: Vozes, 1993.

OLIVEIRA, R. K. A função vital do silêncio no labor pastoral. 2006. Disponível em: <http://reveziolima.blogspot.com/2007/09/funo-vital-do-silencio-no-labor-pastoral.html>. Acessado em: 20 fev. 2008.

PASTRO, Cláudio. Arte Sacra: O espaço sagrado hoje. São Paulo: Loyola, 1993.

______. Guia do Espaço Sagrado. 3. ed. São Paulo: Loyola, 1999.

______. Teologia do Espaço. São Paulo: Grafa, 2006.

RIGGIO, Dalmo. O silêncio de Jesus. 2008. Disponível em: <http://www.nsrainha.org.br/artigos/det_artigos.php?id=3>. Acessado em: 20 fev. 2008.

RITUAL de Dedicação de Igreja e Altar. São Paulo: Paulinas, 1984; Paulus, 1999.

SILVA, José Ariovaldo. Os elementos fundamentais do espaço litúrgico para a celebração da missa: o sentido teológico, orientações pastorais. São Paulo: Paulus, 2006.

Publicado
2015-01-21
Seção
Liturgia