Geografia das Religiões: Temas sobre a experiência e o pensamento na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos

  • Elsbeth Léia Spode Becker UNIFRA
  • Deise Caroline Trindade Lorensi UNIFRA
Palavras-chave: Província Sagrado Coração de Jesus. Espiritualidade. Cultura. Imigração italiana no Rio Grande do Sul.

Resumo

Este artigo apresenta temas sobre a experiência e o pensamento na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que evidenciam a riqueza da perspectiva cultural da Geografia, sua espacialização, sua presença social e espiritual em diferentes fatos históricos. Visa-se a conhecer e a descrever a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, com ênfase à sua presença no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, descrevendo atitudes, valores, entre outros aspectos, vinculados ao sentido e aos símbolos espiritualizados deste clero. Identificou-se o contexto da imigração italiana, no século XIX, e a consequente inserção dessa Ordem no Rio Grande do Sul como ponto de partida. A metodologia consistiu em uma análise documental, em textos de comentadores da filosofia franciscana e de entrevistas realizadas com oito frades Capuchinhos que pertencem à Província Sagrado Coração de Jesus. O artigo, pela complexidade do tema, não pode tratar detalhadamente da descrição da Ordem e dos símbolos em sua profundidade espiritual. Apenas destacou-se a abrangência geográfica dessa Ordem no Estado gaúcho e no Brasil e, também, nos países latino-americanos como Haiti e República Dominicana e evidenciou-se a vida religiosa consagrada, pela sua natureza, inserida na Igreja, contribuindo com sua presença e missão para o bem do povo de Deus. Constatou-se que o simbolismo franciscano está presente na atual sociedade, mesmo que esta não perceba, principalmente, difundido através do presépio e do Tau; e que os votos e a saudação de “Paz e Bem” apresentam maiores significados para aqueles que praticam essa filosofia de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BÍBLIA. Bíblia Sagrada. 9. ed. São Paulo: Ave Maria, 1966.

BÍBLIA. 2000. Bíblia Sagrada: Edição Pastoral. Traduzida em português por Ivo Storniolo; Euclides Martins Balancin; José Luiz Gonzaga do Prado. 40ª impressão. São Paulo: Paulus, 2000.

BRUM NETO, Helena. Região cultural: a construção de identidades culturais no Rio Grande do Sul e sua manifestação na paisagem gaúcha, 2007, 319 p. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.

CERON, Ida Tereza. A mística dos presépios: história e herança franciscana. O Santuário, Santa Maria, RS, ano XXXVI, p. 10, dez. 2013.

CLAVAL, Paul. A geografia cultural. Tradução: Luiz Fugazzola Pimenta; Margareth Afeche Pimenta. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1999.

CONTI, Martino. Estudos e pesquisas sobre o franciscanismo das origens. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

CORRÊA, Roberto Lobato; ROSENDAHL, Zeny (Orgs.). O papel da nova geografia cultural na compreensão da ação humana. In: Matrizes da Geografia Cultural. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001.

CORRÊA, Roberto Lobato; ROSENDAHL, Zeny (Orgs.). Introdução à geografia cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

FAUSTO, Bóris. História do Brasil. São Paulo: EDUSP, 2000.

GIRON, Loraine Slomp; HERÉDIA, V. Cultura e religião. História da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Est, 2007.

MERINO, José. Antonio. Humanismo Franciscano: Franciscanismo e mundo atual. Petrópolis: FFB.1999.

MERLO. Grado Giovanni. Em nome de São Francisco: história dos frades menores e do franciscanismo até início do século XVI. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

MOREIRA, Alberto da Silva. Inspiração Franciscana para a Educação. In: Revista Vidya, edição especial, jul. 2001. ISSN 0104-270X.

VISALLI, Angelita Marques. O Crucifixo de São Damião: assim Cristo se manifesta a Francisco de Assis. Notandum, São Paulo, ano XVI, v. 32, p. 85-100, maio-ago. 2013. Disponível em: <http://www.hottopos.com/notand32/>. Acessado em: 02 jan. 2014.

VORREUX, Damião. Um símbolo franciscano, o Tau: história, teologia e iconografia. Braga: Editorial Franciscana, [s/d.].

ZAGONEL, Carlos Albino. Igreja e imigração: capuchinhos de Saboia e seu contributo à igreja do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes, Sulina, 1975.

ZAGONEL, Carlos Albino. Capuchinhos de Saboia no Rio Grande do Sul. In: COSTA, Rovílio; BONI, Luis A. Os capuchinhos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Edições EST (Escola Supeior de Teologia e Espiritualidade Franciscana), 1996. p. 15-21.

ZAGONEL, Carlos Albino. Província do Rio Grande do Sul: Sagrado Coração de Jesus. In: ZAGONEL, Carlos Albino (Org.). Capuchinhos no Brasil. Porto Alegre: Conferência dos Capuchinhos do Brasil, 2001.

Publicado
2015-01-20
Seção
Igreja e o Diálogo Religioso