A interferência da linguagem jornalística na cultura amazônica: A construção de novos sentidos transformando contextos e cenários

  • Klondy Lúcia de Oliveira Agra Faculdade Interamericana de Porto Velho
  • Lúcio Albuquerque Faculdade Interamericana de Porto Velho
Palavras-chave: Linguagem jornalística, construção de sentidos, Amazônia brasileira

Resumo

O sentido culturalmente construído é o que possibilita a compreensão do mundo, a postura diante dos vários pontos de vista e a tomada de decisões. Neste artigo, resultado de estudo sobre o jornal na Amazônia brasileira, observamos e discutimos como a linguagem jornalística interfere na cultura amazônica, constrói novos sentidos e modifica contextos e cenários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Klondy Lúcia de Oliveira Agra, Faculdade Interamericana de Porto Velho
Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Paraná. Mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Rondônia. Especialização em Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Rondônia.
Lúcio Albuquerque, Faculdade Interamericana de Porto Velho
Jornalista em Porto Velho - Rondônia.

Referências

ADAMS, Hazard; SEARLE, Leroy. Critical Theory. Florida: University of Florida, 1985.

ANDERSON, Benedict. Nação e Consciência Nacional. São Paulo: Ática, 1989.

ALTHUSSER, Louis. Aparelhos Ideológicos de Estado: nota sobre os aparelhos ideológicos de estado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 1999.

BENVENISTE, Émile. Problemas de lingüística geral. São Paulo: Nacional, 1996.

BRANDÃO, Helena Hathsue Nagamine. Introdução à análise do discurso. São Paulo: Unicamp, 1997.

DUGAICH, Cibele Mara A Estrutura Argumentativa do Discurso Político: Uma análise da heterogeinidade do pronunciamneto de posse do Presidende Kennedy. Dissertação (Mestrado) - PUCSP, São Paulo, 1993.

FERRAREZI Jr., Celso. A especialização dos sentidos: palavra, contexto e cenário. (mimeo), 2003.

FREGE, Gottlob. Sobre o sentido e a referência. In: Lógica e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Cultrix, 1978, p. 59-86.

_______. Gottlob. Digressões sobre o sentido e a referência. In: Lógica e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Cultrix, 1978, p. 105-116.

FRIEDMAN, Norman. Point of view in fiction, the development on a critical concept. In: STEVICK, Philip. (Ed.): The theory of the novel. New York: The Free Press, 1967.

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do saber. Trad. de Luiz Felipe Baeta Neves. Rio de Janeiro: Forense, 1986.

FURQUIM, Fernanda. Sitcoms: definição e história. Porto Alegre: FCF editora, 1999.

HUGO, Vitor. Desbravadores. Edição do autor, 1998.

ILARI, Rodolfo; GERALDI, João Wanderley. Semântica. Série Princípios. São Paulo: Ática, 1992.

MENEZES DE SOUZA, Lynn Mário. O conflito de Vozes em Sala de Aula. In: CORACINI, Maria José (Org.). O Jogo Discursivo na Aula de Leitura: língua materna e língua estrangeira. Campinas: Pontes, 1995.

ORLANDI, Eni P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 2. ed. Campinas, SP: Pontes, 2000.

PÊCHEUX, Michel; FUCHS, Catherine. A propósito da análise automática do discurso: atualização e perspectivas. In: GADET, F.; HAK, T. (Org.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Trad. De Bethania S. Mariani et al. 3. ed. Campinas: Ed. da UNICAMP, 2001.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Tradução de Eni Puccinelli Orlandi. 2. ed. Campinas: Pontes, 1997.

______. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução de Eni Puccinelli Orlandi. Campinas: Ed. da UNICAMP, 1997.

RACCAH, Pierre Yves. La Semantica de los pontos de vista: Hacia una teoria científica y empírica de la construccion del sentido. In: Letras de hoje. Porto Alegre: PVC/RS. n. 129, 2002, p. 45-72.

Como Citar
Agra, K. L. de O., & Albuquerque, L. (2010). A interferência da linguagem jornalística na cultura amazônica: A construção de novos sentidos transformando contextos e cenários. Revista FAMECOS, 17(1), 36-45. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2010.1.6877
Seção
Pesquisa em Jornalismo