A face oculta da caridade: linhas de força e de fratura no discurso midiático do bem*

  • Luciane Lucas Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • Tânia Hoff Escola Superior de Propaganda e Marketing
Palavras-chave: Empoderamento discursivo, humilhação social, cidadania

Resumo

Discutindo mais profundamente o conceito de cidadania e sua apropriação pela mídia como algo a ser ‘oferecido’ às minorias, este artigo analisa as condições materiais e simbólicas que estão por trás de uma comunicação baseada na discursificação do bem. Buscamos mostrar como linhas de força se perpetuam à medida que a autonomia das minorias vai sendo progressivamente minada por um discurso de docilização, que congela a alteridade na posição permanente de devedor. Neste sentido, procuramos discutir o sentido da dominação e os mecanismos tácitos de que faz uso para manter e validar o discurso hegemônico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane Lucas, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Professora do Mestrado em Comunicação e Práticas de Consumo da Escola Superior de Propaganda e Marketing
Tânia Hoff, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Professora do Mestrado em Comunicação e Práticas de Consumo da Escola Superior de Propaganda e Marketing

Referências

ARENDT, Hannah. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

BAUMAN, Zygmund. Globalização: as conseqüências humanas. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

BACCEGA, M. Aparecida. Comunicação, educação e tecnologia: interação. Comunicação e Educação, São Paulo, ano X, n. 1, jan/abril, 2005.

BEUTER, Simone. Cidadania Planetária: uma nova concepção socioambiental que contempla o meio ambiente como um direito humano fundamental. In: SPAREMBERGER, Raquel (Org.). Direito ambiental: um olhar para a cidadania e sustentabilidade planetária. Caxias do Sul: EDUCS, 2006.

BOSI, Ecléa. O Tempo vivo da memória. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

BRUNI, José Carlos. Foucault: o silêncio dos sujeitos. In: SCAVONE, Lucila (Org.). O legado de Foucault. São Paulo: UNESP, 2006.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Petrópolis: Vozes, 1994.

DELEUZE, Gilles. Conversações. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992.

DEMO, Pedro. Cidadania tutelada e cidadania assistida. Campinas: Autores Associados, 1995.

FOUCAULT, Michel. Resumo dos cursos do Collège de France (1970-1982). Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

______. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau, 1999.

______. Vigiar e punir: o nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

______. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

FRIGOTTO, G. Cidadania, Tecnologia e Trabalho: desafios de uma escola renovada. In: Tecnologia Educacional, v. 21, n. 107, p. 4-10, 1992.

GODELIER, Maurice. O enigma do dom. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

GONÇALVES FILHO, José Moura. A invisibilidade pública (prefácio). In: COSTA, Fernando Braga da. Homens invisíveis. São Paulo: Globo, 2004.

______.Humilhação Social: humilhação política. In: SOUZA, Beatriz. Orientação à queixa escolar. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2007.

______.Olhar e Memória. In: NOVAES, Adauto. O Olhar. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

______.Cultura e formação: notas marginais. In: PATTO, Maria Helena & FRAYZE-PEREIRA, João. Pensamento cruel: humanidades e ciências humanas. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2007.

LEROY, Jean-Pierre & PACHECO, Maria Emília Lisboa. Como fazer com que o acesso aos recursos genéticos da biodiversidade brasileira seja feito de forma ambientalmente sustentável e seus benefícios repartidos de forma socialmente justa? In: CAMARGO, Aspásia (Orgs.). Meio ambiente Brasil: avanços e obstáculos pós-Rio-92. São Paulo: ISA, 2004.

MAUSS, Marcel. Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac&Naify, 2003.

OLIVEIRA JUNIOR, José Alcebíades de. Teoria jurídica e novos direitos. Rio de Janeiro: Lumen Júris, 2000.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. Porto: Afrontamento, 2006.

______. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social. São Paulo: Boitempo, 2007.

VARELA, Ainda. Informação e construção da cidadania. Brasília: Thesaurus, 2007.

WEIL, Simone. O enraizamento. São Paulo: EDUSC, 2001.

Como Citar
Lucas, L., & Hoff, T. (2009). A face oculta da caridade: linhas de força e de fratura no discurso midiático do bem*. Revista FAMECOS, 16(38), 28-36. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2009.38.5298
Seção
Mídia e Comunicação