Comunitarismo e sociedade incivil

Palavras-chave: Direitos Sociais. Cidadania. Comunitarismo.

Resumo

O presente texto reúne argumentos e situações que sustentam a necessidade de reflexão sobre uma “nova cidade humana”, articulada a um novo conceito de cidadania capaz de incentivar as práticas de uma comunicação proativa, em que o espaço urbano se torne sujeito de uma apropriação política e afetiva do território. É uma perspectiva a ser contemplada diante do cenário de crescente barbárie e conservadorismo, que designamos como “sociedade incivil” e consideramos sintomático da falência do projeto liberal posto em marcha por todo um conjunto de narrativas produzidas na mídia, no Estado e nas instituições.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Muniz Sodré, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ

Doutor em Letras (Ciência da Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil (1978). Professor Titular e professor Emérito da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ). Pesquisador 1A do CNPq.

Raquel Paiva, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ

Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil (1997). Professora Titular e  professora Emérita da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ). Pesquisadora 1A do CNPq.

Referências

ADORNO, Theodor; HORKHEIMER, Max. Dialérica do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro, Zahar, 1985.

AMORIM, Daniela; NEDER, Vinícius. Brasil tem 20,6 milhões de lares sem rede de esgoto e dois milhões sem água. ESTADÃO, Brasil, Publicado em 24 nov. 2017 [10h52]. Disponível em: http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-tem-20-6-milhoes--de-lares-sem-rede-de-esgoto-e-dois-milhoes-sem-agua,70002095808. Acesso em: 20 abr. 2019. https://doi.org/10.18472/sustdeb.v8n2.2017.4857

APPADURAY, Arjun. La modernidade desbordada. Buenos Aires, Trilce: Fondo de Cultura Economica de Argentina, 2001.

ARISTOTELES. Etica a Nicômano. São Paulo: Edipro, 2014.

BAUDELAIRE, Charles. Les Fleurs du Mal. Paris: Gallimard, 2005.

BAUDRILLARD, Jean. Le Miroir de la Production. Galilée, 1985.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época da sua reprodutibilidade técnica. Porto Alegre: L&PM, 2007.

CAPELAS, Bruno. Até o fim de 2017 Brasil terá um smartphone por habitante, diz FGV.

ESTADÃO, Link. Publicado em 19 abr. 2017 [14h40]. Disponível em: http://link.estadao.com.br/noticias/gadget,ate-o-fim-de-2017-brasil-tera-um-smartphone-por-habitante--diz-pesquisa-da-fgv,70001744407. Acesso em: 20 abr. 2019. https://doi.org/10.4000/books.iheal.4163

CARDOSO, Letycia. Grades de proteção da Ciclovia Tim Maia são roubadas. O Globo, Rio. Publicado em: 2 jan. 2018 [19h20]. Disponível em: https://oglobo.globo.com/rio/grades-de-protecao-da-ciclovia-tim-maia-sao-roubadas-22247630. Acesso em: 20 abr. 2019. https://doi.org/10.2307/j.ctt1gpcdqf.7

CONSTRUCTIVE Journalism Project. How the push for constructive journalism moved from industry to consumers. Publicado em: 3 abr. 2019. Disponível em: https://www.constructivejournalism.org/2019/04/03/how-the-push-for-constructive-jourREVISTAFAMECOS | PORTO ALEGRE | V. 26, N . 1 , JAN.-ABR. 2019 | E-33027 11/12nalism-moved-from-industry-to-consumers/. Acesso em: 20 abr. 2019. https://doi.org/10.1177/1464884918770933

COUTINHO, Carlos Nelson. Contra a corrente: ensaios sobre democracia e socialismo. Rio de Janeiro: Cortez, 2000.

DURÁN, María-Ángeles. La Ciudad Compartida: conocimiento, afecto y uso. Santiago de Chile: Ediciones Sur, 2008.

GEORGES, Rafael; MAIA, Katia. A distância que nos une: um retrato das desigualdades brasileiras. São Paulo: Oxfam Brasil. Publicado em: 25 set. 2017. Disponível em: https://www.oxfam.org.br/sites/default/files/arquivos/Relatorio_A_distancia_que_nos_une.pdf. Acesso em: 20 abr. 2019.

GLAESER, Edward et al. Unhapppy cities, 2014. Disponível em: www.nber.org- papersw20291.

GRAFMEYER, Yves et JOSEPH, Isaac. L’école de Chicago: naissance de l’ecologie urbaine. Paris: Flammarion, 2004. https://doi.org/10.2307/3320910

GUIMARÃES, Maria. Para tirar as cidades do pronto-socorro. Revista Pesquisa Fapesp, São Paulo, n. 262, dez. 2017. Disponível em: https://revistapesquisa.fapesp.br/2017/12/28/para-tirar-as-cidades-do-pronto-socorro/. Acesso em: 20 abr. 2019. https://doi.org/10.1590/s1516-31801994000400001

JACOBS, Jane. Morte e Vida de Grandes Cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MONTGOMERY, Charles. Happy City: transformingour lives through urban design. New York: Farrar, Straus and Giroux Edition, 2014.

PAIVA, Raquel; SODRÉ, Muniz. Cidade dos Artistas. Rio de Janeiro: Mauad, 2004.

PARK, Robert & BURGESS, Ernest. The City: suggestion for investigation of Human Behavior in the Urban Environment. University of Chicago Press, Chicago, 1992.

PROUDHON, Pierre-Joseph. La Pornocratie. Paris: L´Herne, 2010.

SENNETT, Richard. The Conscience of the Eye: the design and social life of cities. Nova York: W. W. Norton & Company, 1992.

TOCQUEVILLE, Alexis. A Democracia na América. Rio de Janeiro: Martins Editora, 2014.

Publicado
2019-08-23
Como Citar
Sodré, M., & Paiva, R. (2019). Comunitarismo e sociedade incivil. Revista FAMECOS, 26(1), e33027. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2019.1.33027
Seção
Pensamento Midiático Comunicacional