Carnaval no Paraguai: os festejos urbanos e o Arete Guasu

  • Vicente Brunetti
Palavras-chave: Comunicação, Folkcomunicação, carnaval

Resumo

Na primera parte desta investigação se analisam, as condições dos processos comunicacionais, as maneiras de festejar o carnaval no Paraguai: os festejos urbanos e a celebração autoctona com o ritual guarani o Chaco. la celebración autóctona con el ritual guaraní del Chaco. Abrange a análise dos estilos amorfa das festividades nas principais concentrações urbanas e capitais do país, em contraste com o que tem de religioso e de pagão na celebração em uma comunidade de etnia chiriguanos no Chaco paraguaio, comunidade que faz parte da família linguística  Tupí-Guaraní.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vicente Brunetti
Investigador Internacional em Comunicação e Educação, Especialista em Estratégias e Projetos de Informação Pública e Comunicação Educativa

Referências

BARTOMEU,Meliá. De la religión guaraní a la religiosidade paraguaya: una sustitución. Asunción: Revista Acción, n.23, 1974.

RUBÉN, Bareiro Saguier. Literatura Guaraní del Paraguay. Caracas: Ayacucho, 1980.

PIERRE, Clastres. La Societé contre lʼétat. París: Editions de Minuit, 1974.

BRUNETTI, Vicente et al. Manual de Comunicación para el Desarrollo. Algunas Técnicas y principios básicos de comunicación alternativa. Asunción: UNA-SUIZA, 1992.

Publicado
2008-04-10
Como Citar
Brunetti, V. (2008). Carnaval no Paraguai: os festejos urbanos e o Arete Guasu. Revista FAMECOS, 8(16), 161-172. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2001.16.3146
Seção
Folk Comunicação