As múltiplas alfabetizações midiáticas

  • Joshua Meyrowitz Universidade de New Hampshire
Palavras-chave: Tecnologia, gramática midiática, linguagem

Resumo

Existem pelo menos três tipos de alfabetizações midiáticas, cada uma delas ligada a uma diferente concepção do que nós pretendemos dizer com o termo mídia. A noção de que os mídia são condutores que transmitem mensagens aponta para a necessidade da alfabetização no conteúdo dos mídia. A idéia de que os mídia são diferentes linguagens sugere a necessidade de alfabetização numa gramática midiática, isto é, entender o significado das variáveis de produção dentro de cada meio. A concepção dos mídia como ambientes sugere a necessidade de se perceber a influência das características relativamente fixas de cada meio (alfabetização midiática), tanto nas comunicações individuais como nos processos sociais em geral. A alfabetização mediática, em particular, oferece algumas idéias especiais no que se refere as origens, problemas, e possibilidades de um movimento pela alfabetização midiática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joshua Meyrowitz, Universidade de New Hampshire
Professor do Departamento de Comunicação da Universidade de New Hampshire

Referências

ALTHEIDE, D.L. Creating reality: How TV news disorts events. Beverly Hills, CA: Sage, 1976.

BARNOUW, E. The sponsor: Notes on a modern pontentate. New York: Oxford University Press, 1978.

GANS, H.J. Deciding what´s news. New York: Vintage, 1979.

HALLIN, D. We keep America on top of the world: Television journalism and the public sphere. New York: Routledge, 1994.

HERMAN, E. S. e CHOMSKY, N. Manufacturing consent : The political economy of the mass media. New York: Pantheon, 1988.

McLUHAN, M. Understanding media: The extensions of man. New York: Signet, 1964.

MANOFF, R.K. e SCHUDSON, M. (eds.) Reading the news. New York: Pantheon Books, 1986.MEYROWITZ, J. No sense of place: The impact of eletronic media on social behavior. New York: Oxford University Press, 1985.

______. Television and interpersonal behavior: Codes of percepcion and response. In G. Gumpert & R. R. Cathcart (Eds.), Inter/Media: Interpersonal communication in a media world (3rd. Ed., pp.253-272). New York: Oxford University Press, 1986.

______. Medium theory. In D. Crowley & D. Mitchell (Eds.)

Communication theory today (pp. 50-77). Cambridge, England: Polity Press, 1994.

PAPERT, S. The Children´s machine: Rethinking school in the age of the computer. New York: Basic Books, 1993.

SAVAN, L. The Sponsored life: Ads, TV, an Amarican culture. Philadelphia:Temple University Press, 1994.

SCHRAMM, W. Men, messages, and media: A look at human communication. New York: Harper & Row, 1973.

SCHUDSON, M. The power of news. Cambridge, MA: Harvard University Press, 1995.

SIGAL, L. Reporters and offi cials. Lexington, MA: Heath, 1973.

WEBSTER, K. e MEYROWITZ, J. Whose views make news? Cable in the classroom, p. 10-11, July/August, 1995.

ZETTL, H. Sight-sound-motion: Applied media aesthetics (2a ed.). Belmont, CA: Wadsworth, 1990.

Publicado
2008-04-10
Como Citar
Meyrowitz, J. (2008). As múltiplas alfabetizações midiáticas. Revista FAMECOS, 8(15), 88-100. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2001.15.3125
Seção
Mídia