Cidadão Sensor e Cidade Inteligente: Análise dos Aplicativos Móveis da Bahia

Palavras-chave: Aplicativos Móveis. Cidade Inteligente. Cidadão Inteligente.

Resumo

O presente artigo apresenta um mapeamento dos aplicativos para dispositivos móveis disponíveis aos cidadãos pelo poder executivo do governo do Estado da Bahia e da Prefeitura Municipal de Salvador. Busca-se analisar suas funcionalidades, serviços, setores e atividades. Está em jogo a ideia de um "cidadão inteligente" como um fornecedor de informação aos poderes públicos. Os resultados revelam uma visão tecnocrática, centrada mais na oferta de serviços no ambiente on-line e na gestão dos problemas do que na comunicação ampla entre os cidadãos. Os dados da pesquisa são apresentados em três aspectos: contexto do governo móvel e das smart cities; as características dos "cidadão-sensor" e descrição e análise dos aplicativos oficiais da Prefeitura e do Governo da Bahia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Luiz Martins Lemos, Universidade Federal da Bahia
André Lemos é Professor Titular da Faculdade de Comunicação (FACOM) e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas dada Universidade Federal da Bahia. Doutor em Sociologia pela Université René Descartes, Paris V, Sorbonne (1995) e pós-doutor (visiting scholar) pela University of Alberta e McGill University, Canadá (2008). É fundador e diretor do Lab404 – Laboratório de Pesquisa em Mídia Digital, Redes e Espaço. Atualmente desenvolve pesquisa sobre Internet das Coisas, Big Data e Smart Cities com apoio do CNPq (Pesquisador nível 1A).
Nayra Veras de Araujo, Universidade Federal da Bahia
Nayra Veras de Araújo é Doutoranda do programa de Pós-graduação em  Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e mestre em Políticas Públicas. Pesquisadora do Laboratório de Pesquisa em Mídia Digital, Redes e Espaço(LAB404) onde investiga o uso de aplicativos de dispositivos móveis na comunicação pública de cidades. Bolsista Capes.

Referências

ALBINO, V.; BERARDI, U.; DANGELICO, R. M. Smart Cities: Definitions, Dimensions, Performance, and Initiatives. Journal of Urban Technology, 2015, Vol. 22, No. 1, 3–21. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/10630732.2014.942092

BOUSKELA, M (et al). Caminho para as Smart Cities: da gestão tradicional para a cidade inteligente. BID, 2016.

DINIZ et al. O governo eletrônico no Brasil: perspectiva histórica a partir de um modelo estruturado de análise. Revista de Administração Pública – RAP. Rio de janeiro. Nº 43, V. 1. , p. 23-48, jan./fev. 2009.

DUARTE, Jorge. (Org.). Comunicação Pública: estado, mercado, sociedade e interesse público. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

HASWANI, Mariângela. F. Comunicação Pública: bases e abrangências. São Paulo: Saraiva, 2013.

LIMA, C. C. B. de. M-Government: Limits and Possibilities for the Use of Mobile Apps as a Citizenship Tool in Brazil. Icegov '17: Proceedings of the 10th International Conference on Theory and Practice of Electronic Governance. New Delhi AA, India — March 07 - 09, 201.

KITCHIN, R. Reframing, reimaging and remaking smart cities. This short paper was written as an introductory framing essay for the ‘Creating smart cities’ workshop to be hosted by the Programmable City project at Maynooth University, Ireland, 5- 6 . September 2016.

LEMOS, A. Smart Cities, internet of things and performative sensibility. Brief analysis on Glasgow, Curitiba and Bristol’s Initiatives. In: P2P & Inovação, Rio de Janeiro, v. 3 n. 2, p. 80-95, Mar./ Set. 2017

LEMOS, A., SOLAREVISKY, R. Salvador, Cidade Inteligente? Comunicação e invisibilidade em experiências de IoT na capital baiana. No prelo.

NAM, T; PARDO, T. A. Conceptualizing Smart City with Dimensions of Technology, People, and Institutions. The Proceedings of the 12th Annual International Conference on Digital Government Research, 2014.

OECD. M-Government: mobile technologies for responsive governments and connected societies, 2011.

SCRUGGS, Gregory. The ‘new urban citizen’ and the dangers of the measurable city. Cityscope. August 25, 2017. Disponível em: https://goo.gl/Kq29Ff . Acesso em 25 de agosto de 2017.

WENDY LI. Government and Mobile: A Gear Change? In: LANZA, Beatriz Barreto; CUNHA, Maria Alexandra Cunha (Orgs.). Human Social Interaction in the Age of Mobile Devices, 2016 (p.133-149).

ZÉMOR, Pierre. La Communication Publique. PUF, COL, Que sais-je? Paris, 1995.

Publicado
2018-08-23
Como Citar
Lemos, A. L. M., & Araujo, N. V. de. (2018). Cidadão Sensor e Cidade Inteligente: Análise dos Aplicativos Móveis da Bahia. Revista FAMECOS, 25(3), ID28708. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2018.3.28708
Seção
Cibercultura