Representações cinematográficas do jornalismo investigativo em Todos os homens do presidente (1976) e Spotlight (2015)

  • Fernanda Lima Lopes UFRJ
  • Maurício da Silva Duarte Universidade Salgado de Oliveira
  • Itala Maduell Vieira PUC-Rio
Palavras-chave: Jornalismo, Identidade profissional, cinema

Resumo

O artigo avalia a construção dos sentidos mobilizados em relação à figura do jornalista investigativo em produções cinematográficas, com o propósito de entender estas representações e de que modos interagem com os processos de construção da identidade jornalística. São analisadas duas produções hollywoodianas, baseadas em casos reais: Todos os homens do presidente, de 1976; e Spotlight, de 2015. Os filmes mobilizam estereótipos duradouros (credibilidade, neutralidade, heroísmo) sobre os jornalistas investigativos e a um dado reconhecimento de seu poder no espaço social. Além disso, essas narrativas apresentam-se, elas mesmas, como versões “neutras” e verídicas sobre os fatos que abordam, apagando os processos de seleção e edição – comuns ao jornalismo e ao cinema – e, no caso do segundo, o próprio contexto do jornalismo no século XXI. O referencial teórico-metodológico se apoia na análise de discurso textualmente orientada (Fairclough, 2001) e na semiologia dos discursos sociais (Pinto, 2002).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Lima Lopes, UFRJ
É doutora e mestre em Comunicação e Cultura (UFRJ). Graduada em Jornalismo (UFMG). realiza estágio pós-doutoral na Escola de Comunicação da UFRJ. Tem experiência como docente na pós-graduação (ECO/UFRJ; UVA-RJ; Unesa-RJ) e na graduação em Comunicação (UnilesteMG; ECO/UFRJ, Unesa-RJ).
Maurício da Silva Duarte, Universidade Salgado de Oliveira
Possui graduações em Licenciatura em História, pela Universidade Federal Fluminense; e Jornalismo, pela Universidade Federal Fluminense. É mestre em Sociologia pela Sociedade Brasileira de Instrução - SBI/IUPERJ e doutor em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Concluiu estágio pós-doutoral em Comunicação, na Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ). É professor titular do curso de Comunicação Social da Universidade Salgado de Oliveira.
Itala Maduell Vieira, PUC-Rio
Professora de Jornalismo no Departamento de Comunicação Social da PUC-Rio, é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e mestra pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ).

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 1986.

______. Estética da comunicação verbal. São Paulo, Martins Fontes, 1992.

BECKER, Howard. Métodos de pesquisa em ciências sociais. São Paulo: Hucitec, 1994.

BERGER, Christa (Org.). Jornalismo no cinema. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2002.

BERNSTEIN, Carl. Depoimento em Pressure and the press: The making of all the president’s men. Produção: Andrew J. Kuehn, Dave Gilbert e Bill Cox. Warner Bros./Kaleidoscope Films, EUA, 1976. Disponível em: www.youtube.com/watch?v= uw1Rz9Y69s4. Acesso em: 3 mar. 2017.

______.Depoimento em All the president’s men – Telling the true about lies. Documentário extra da edição especial de 30 anos do filme. Texto, produção e direção: Gary Leva. Leva FilmWorks, Inc. EUA, 2006. Disponível em: www.levafilmworks. com/all-the-presidents-men. Acesso em: 26 fev. 2017.

CASTILHO, Marcio. Um patrimônio dos próprios jornalistas: o Prêmio Esso, a identidade profissional e as relações entre imprensa e Estado (1964-1978). 2010. Tese (Doutorado em Comunicação) – Escola de Comunicação da UFRJ, Rio de Janeiro, 2010.

CHARAUDEAU, Patrick; Maingueneau, Dominique. Dicionário de Análise do Discurso. São Paulo: Editora Contexto, 2006.

DUCROT, O. Le direetledit. Paris: Minuit, 1984.

FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e mudança social. Brasília: Editora Univ. de Brasília, 2001.

HALL, Stuart. The work of representation. In: ____. (org.) Representation: cultural representation and cultural signifying practices. London/Thousand Oaks/New Delhi: Sage/Open University, 1997.

HOFFMAN, Dustin. Depoimento All the president’s men – Telling the true about lies. Documentário extra da edição especial de 30 anos do filme. Texto, produção e direção de Gary Leva. Leva FilmWorks, Inc. EUA, 2006. Disponível em: www.levafilmworks.com/all-the-presidents-men. Acesso em: 26 fev. 2017.

GOLDSTEIN, Meredith. How the Spotlight movie was made. Boston Globe, 30 out. 2015. Disponível em: http://www.bostonglobe.com/lifestyle/names/2015/10/30/how-spotlight-movie-got-made/wXVXUiYPkoF3hEP9K4dydP/story.html. Acesso em:14 nov. 2016.

KERBRAT-ORECCHIONI, C. L’implicite. Paris: Armand Colin, 1986.

LOPES, Fernanda Lima. Ser jornalista no Brasil: identidade profissional e formação acadêmica. São Paulo: Paulus, 2013.

________. Autorreferenciação e construção da identidade jornalística. 2007. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) – Escola de Comunicação, UFRJ, Rio de Janeiro, 2007.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas Tendências em Análise do Discurso. Campinas: Editora Pontes, 1997.

______. Termos-chave da Análise do Discurso. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998.

MOLOTCH, Harvey; LESTER, Marilyn. As notícias como procedimento intencional: acerca do uso estratégico de acontecimentos de rotina, acidentes e escândalo. In: TRAQUINA, Nelson (org.). Jornalismo: questões, teorias, estórias. Lisboa: Veja, 1993.

TRAQUINA, Nelson (Org.). Jornalismo: questões, teorias e estórias. Lisboa: Vega, 1993.

NASSIF, Luis. O jornalismo dos anos 90. São Paulo: Futura, 2003.

OLIVEIRA, Michele Roxo de. Profissão jornalista: um estudo sobre representações sociais,identidade profissional e as condições sociais de produção da notícia. 2005. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – FAAC, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2005.

O’REILLY, Tim. O que é Web 2.0: Padrões de design e modelos de negócios para a nova geração de software. O’Reilly Media, Inc, 30 set. 2005. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/114173/mod_resource/content/1/o-que-e-web-20_Tim%20O%C2%B4Reilly.pdf. Acesso em: 16 mar. 2017.

PAKULA, Allan J. Depoimento em Pressure and the press: The making of all the president’s men. Produção: Andrew J. Kuehn, Dave Gilbert e Bill Cox. Warner Bros./KaleidoscopeFilms, EUA, 1976. Disponível em: www.youtube.com/watch?v= uw1Rz9Y69s4. Acesso em: 3 mar. 2017.

PAVLIK, John. Journalism and new media. Nova York: Columbia University Press, 2001.

PINTO, Milton José. Comunicação e discurso. São Paulo: Hackers, 2002.

PINTO, Milton José; DUARTE, Maurício da Silva. Discurso, implícitos e Ideologia: As ONGs e a visão arcaica da relação entre público e privado. In: RIBEIRO, Ana Paula Goulart; PINTO, Milton José (Org.). Discursos: Coleção de Estudos da Linguagem Como Prática Social. Rio de Janeiro: Editora Ilustração, 2005, v. único, p. 31-46.

REDFORD, Robert. Depoimento All the president’s men – Telling the true about lies. Documentário extra da edição especial de 30 anos do filme. Texto, produção e direção de Gary Leva. Leva Film Works, Inc. EUA, 2006. Disponível em: www.levafilmworks. com/all-the-presidents-men. Acesso em: 26 fev. 2017.

SANTOS, Marcelle Khouri. Um olhar sobre jornalismo: análise da representação do jornalismo no cinema hollywoodiano, de 1930 a 2000. 2009. Dissertação (Mestrado em Jornalismo) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009.

STAM, Robert. Bakhtin: da teoria literária à cultura de massa. São Paulo, Ática, 1992.

TRAQUINA, Nelson. A notícia. In: TRAQUINA, Nelson (Org.). Jornalismo: questões, teorias e estórias. Lisboa: Vega, 1993.

TRAVANCAS, Isabel Siqueira. O mundo dos jornalistas. São Paulo: Summus, 1992.

WOLF, Mauro. Teorias da comunicação. Lisboa: Presença, 1992.

WOODWARD, Bob. Depoimento em Pressure and the press: The making of all the president’s men. Produção: Andrew J. Kuehn, Dave Gilbert e Bill Cox. Warner Bros/KaleidoscopeFilms, EUA, 1976. Disponível em: www.youtube.com/watch?v= uw1Rz9Y69s4. Acesso em: 3 mar. 2017.

Publicado
2017-08-01
Como Citar
Lopes, F. L., Duarte, M. da S., & Vieira, I. M. (2017). Representações cinematográficas do jornalismo investigativo em Todos os homens do presidente (1976) e Spotlight (2015). Revista FAMECOS, 24(3), ID26904. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2017.3.26904
Seção
Dossiê