Reflexões sobre “a mulher”, o olhar e a questão racial na teoria feminista do cinema

  • Ceiça Ferreira Universidade Estadual de Goiás - UEG
Palavras-chave: Teoria feminista do Cinema. Mulheres negras. Gênero e raça

Resumo

Desde os anos de 1970, as representações das mulheres no cinema tem sido objeto de crítica das teóricas feministas, que destacam a relevância do cinema narrativo clássico como produto e produtor do imaginário patriarcal. Contudo, ancorada numa perspectiva psicanalítica, essa vertente teórica apresenta algumas limitações, como a ênfase na mulher branca como modelo de feminilidade e a construção binária do prazer visual. Neste artigo, a partir de estudos que discutem a experiência histórica das mulheres negras, busca-se problematizar a intersecção de gênero e raça como determinante nos sistemas de representação, na construção do prazer visual e nos modos de recepção fílmica, o que indica novas possibilidades para o reconhecimento das mulheres negras na teoria feminista do cinema. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ceiça Ferreira, Universidade Estadual de Goiás - UEG

Doutora em Comunicação pela Universidade de Brasília – UnB. Professora e pesquisadora do Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual de Goiás – UEG.

Referências

BOBO, Jacqueline. The color purple: black women as cultural readers. In: PRIBRAM, Deidre. Female spectators: looking at film and television. London: Verso,1988. p. 90-109.

BORDWELL, David. O cinema clássico hollywoodiano: normas e princípios narrativos. In: RAMOS, Fernão P. (Org.). Teoria contemporânea do cinema: documentário e narratividade ficcional. v. 2. São Paulo: Senac, 2005. p. 277-302.

GAINES, Jane. White privilege and looking relations: race and gender in feminist film theory. In: THORNHAM, Sue (Ed.). Feminist film theory: a reader. Edinburgh: Edinburgh University Press, 1999. p. 293-306.

HAYWARD, Susan. Cinema studies: the key concepts. 2 ed. London: Routledge, 2000.

hooks, Bell. The oppositional gaze. In: ______. Black looks: race and representation. London: Turnaround, 1992. p. 115-131.

KAPLAN, Elizabeth. A mulher e o cinema: os dois lados da câmera. Tradução de Helen Marcia Potter Pessoa. Rio de Janeiro: Rocco, 1995.

MALUF, Sônia W.; MELLO, Cecilia A. de; PEDRO, Vanessa. Políticas do olhar: feminismo e cinema em Laura Mulvey. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 343-350, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-026X2005000200007.

McCABE, Janet. Feminist film studies: writing the woman into cinema. London: Wallflower, 2004.

MODLESKI, Tania. Cinema and the dark continent: race and gender in popular film. In: THORNHAM, Sue (Ed.). Feminist film theory: a reader. Edinburgh: Edinburgh University Press, 1999. p. 321-335.

MULVEY, Laura. Visual pleasure and narrative cinema. Screen, v. 16, n. 3, p. 6-18,1975.

______. Prazer visual e cinema narrativo. In: XAVIER, Ismail (Org.). A. Experiência do cinema. Rio de Janeiro: Edições Graal; Embrafilme, 1983. p. 435-454.

______. Reflexões sobre “Prazer visual e cinema narrativo” inspiradas por Duelo ao Sol, de King Vidor (1946). Tradução de Silvana Vieira. In: RAMOS, Fernão P. (Org.). Teoria contemporânea do cinema: pós-estruturalismo e filosofia analítica. v. 1. São Paulo: Senac, 2005. p. 381-392.

OLIVEIRA FILHO, José H. O cinema narrativo, a psicanálise e o feminismo sob a perspectiva de Laura Mulvey. Revista Habitus, Rio de Janeiro, v. 10, n. 1, p. 38-49, 2012.

RIBEIRO, Djamila. Postura incômoda. Sesc 70 Anos, São Paulo, 30 jul. 2015. Disponível em: http://www.sescsp.org.br/online/artigo/9242_NOVO+FEMINISMO. Acesso em: 12 jan. 2015.

STAM, Robert. Introdução à teoria do cinema. Campinas; São Paulo: Papirus, 2003.

XAVIER, Ismail. O olhar e a cena. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

______. O discurso cinematográfico: a opacidade e a transparência. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

YOUNG, Lola. Fear of the dark: race, gender and sexuality in the cinema. London: Routledge, 1996a.

______. The rough side of the mountain: black women and representation in film. In: JARRETT-MACAULEY, Delia (Ed.). Reconstructing womanhood, reconstructing feminism: writings on black women. London: Routledge, 1996b. p. 177-202.

Publicado
2018-01-02
Como Citar
Ferreira, C. (2018). Reflexões sobre “a mulher”, o olhar e a questão racial na teoria feminista do cinema. Revista FAMECOS, 25(1), ID26788. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2018.1.26788
Seção
Cinema