e-Representação como comunicação política: Internet e democracia representativa

Palavras-chave: Internet e Democracia, Internet e Representação Política, e-Representação

Resumo

O objetivo deste trabalho é discutir uma teoria sobre comunicação política digital e representação democrática. Para tanto, analisa-se o lugar da representação nas teorias política e democrática, a relação entre representação e comunicação e as possíveis contribuições da Web para a prática representativa. Ao fim, sugere-se que, ao se pensar a relação entre internet e representação, a preocupação deve ser menos a de estabelecer vínculos diretos ou interatividade entre representantes e representados e mais a de promover a participação e a deliberação na representação, no ambiente online.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arthur Ituassu, Departamento de Comunicação Social, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.
Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, pesquisador no Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital, vice-presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (2015-2017).

Referências

AGGIO, C. Internet, eleições e participação: Questões-chave acerca da participação e do ativismo nos estudos em campanhas online. In: MAIA, R. C. M.; GOMES, W.; MARQUES, F. P. J. A. (orgs.). Internet e participação política no Brasil. Porto Alegre: Sulina, p.175-195, 2011.

BERGER, P. L.; LUCKMANN, T. The Social Construction of Reality: A Treatise in the Sociology of Knowledge. Nova York: Anchor Books, 1967.

BRYANT, J.; OLIVER, M. B. (eds.). Media Effects: Advances in Theory and Research. Nova York: Routledge, 2009.

CAREY, J. Communication as Culture. Nova York: Routledge, 1989.

CASTIGLIONE, D.; WARREN, M. E. Rethinking Democratic Representation: Eight Theoretical Issues. Rethinking Democratic Representation, Centre for the Studies of Democratic Institutions, University of British Columbia, 2006.

COLEMAN, S. New Mediation and Direct Representation: reconceptualizing repre-sentation in the digital age. New Media and Society, vol.7, n.2, p. 177-198, 2005.

COLEMAN, S.; BLUMLER, J. G. The Internet and Democratic Citizenship: The-ory, Practice and Policy. Cambridge: Cambridge University Press, 2010.

CHADWICK, A.; HOWARD, P. N. The Routledge Handbook of Internet and Politics. Nova York: Routledge, 2009.

DAHLGREN, P. The Public Sphere and the Net: Structure, Space, and Communica-tion. In: BENNETT, W. L.; ENTMAN, R. M. Mediated Politics. Cambridge: Cambridge University Press, p. 33-55, 2001.

GARCÊZ, R. L. de O. Lutas por reconhecimento dos surdos e conversação política no Orkut: Quando temas sensíveis definem a trajetória das discussões. In: MAIA, R. C. M.; GOMES, W.; MARQUES, F. P. J. A. (orgs.). Internet e participação política no Brasil. Porto Alegre: Sulina, p. 231-256, 2011.

Publicado
2015-06-15
Como Citar
Ituassu, A. (2015). e-Representação como comunicação política: Internet e democracia representativa. Revista FAMECOS, 22(2), 115-133. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2015.2.19717
Seção
Cibercultura