A cena cosplay: vinculações e produção de subjetividade

  • Mônica Rebecca Ferrari Nunes Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo
Palavras-chave: Mídia, cultura juvenil, Cosplay

Resumo

Este paper integra a pesquisa “Comunicação, Consumo e Memória: Cosplay e Culturas Juvenis”, em realização junto ao PPGCOM-ESPM – SP, e analisa os resultados parciais da primeira investigação de campo realizada durante o festival Anime Dreams 2012, na cidade de São Paulo. Com base no conceito de inconsciente maquínico, de F. Guattari, e, em teorias sobre cultura juvenil e da mídia, foram mapeados os motivos da realização do cosplay e os circuitos de seleção, transmissão e consumo de personagens e narrativas. Os depoimentos mostram processos de resistência e sugerem alianças e rupturas entre subjetividades serializadas e singularizadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Rebecca Ferrari Nunes, Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo

Referências

AMARAL, Adriana; DUARTE, Renato. A Subcultura cosplay no Orkut: comunicação e sociabilidade online e off-line. In: BORELLI, Sílvia; FREIRE FILHO, João. Culturas juvenis no século XXI. São Paulo: Educ, 2008.

CANEVACCI, Massimo. Culturas extremas: mutações juvenis nos corpos das metrópoles. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

______. Fetichismos visuais – Corpos erópticos e metrópole comunicacional. São Paulo: Ateliê Editorial, 2008.

COELHO Jr, Leconte; SILVA, Sara Santos. Cosplayers como fenômeno psicossocial: do reflexo da cultura de massa ao desejo de ser herói. Revista Brasileira de Desenvolvimento e Humano, v. 17, n. 1, p. 64-75, 2007. Disponível em: http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rbcdh/v17n1/06.pdf. Acesso em: 25 set. 2011.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

______. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

FREIRE FILHO, João. Reinvenções da resistência juvenil: os estudos culturais e as micropolíticas do cotidiano. Rio de Janeiro: Mauad, 2007.

GABLER, Neal. Vida, O filme. São Paulo: Cia das Letras. 1999.

GUATTARI, Felix. O inconsciente maquínico: ensaios de esquizo-análise. Campinas, São Paulo: Papirus, 1988.

______. As três ecologias. Campinas, São Paulo: Papirus, 1993.

GUATTARI, Felix; ROLNIK, Suely. Micropolítica: cartografias do desejo. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2005.

GUIMARÃES, Luciano. As cores na mídia: a organização da cor-informação no jornalismo. São Paulo: Annablume, 2003.

LUYTEN, Sonia. (Org.). Cultura pop japonesa – mangá e anime. São Paulo: Hedra, 2005.

NAGADO, Alexandre. O mangá no contexto da cultura pop japonesa e universal. In: LUYTEN, Sonia (Org.). Cultura pop japonesa. São Paulo: Hedra, 2005.

MORIN, Edgar. Cultura de massas no século XX. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987.

SATO, Cristiane. A cultura popular japonesa: animê; In: LUYTEN, S. (Org.). Cultura pop japonesa. São Paulo: Hedra, 2005.

SEVCENKO, Nicolau. A Corrida para o Século XXI. São Paulo: Cia das Letras, 2001.

SILVA, Tadeu (Org.). Identidade e diferença. Petrópolis: Vozes. 2009.

Publicado
2013-09-16
Como Citar
Ferrari Nunes, M. R. (2013). A cena cosplay: vinculações e produção de subjetividade. Revista FAMECOS, 20(2), 430-445. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2013.2.14206
Seção
Consumo