Iconografia política: reflexões para exercícios de análise no ensino de História

Palavras-chave: Iconografia política, Propaganda política, Ensino de História

Resumo

O artigo apresenta algumas reflexões a partir de autores que abordam a relação entre História, Imagens e Política, entre eles Régis Debray, Carlo Ginzburg, Peter Burke e Walter Benjamin. Com ênfase na relação entre imagem e poder e na propaganda política, o texto aponta para subsídios teóricos que podem orientar exercícios de análise de iconografia política no ensino de História, apresentando propostas de atividades e exercícios realizados com estudantes do ensino básico.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Douglas Souza Angeli, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS.
Doutorando em História na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica. Porto Alegre: Zouk, 2014.

BERGER, John. Para entender uma fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

BITENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de História: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2018.

BURKE, Peter. A fabricação do rei: a construção da imagem pública de Luís XIV. Rio de Janeiro: Zahar, 1994.

CAPELATO, Maria Helena Rolim. Multidões em cena: propaganda política no varguismo e no peronismo. São Paulo: UNESP, 2009.

CLARO, Regina. Olhar a África: fontes visuais para sala de aula. São Paulo: Hedra, 2012.

DEBRAY, Régis. Vida e morte da imagem: uma história do olhar no Ocidente. São Paulo: Galimard, 1992.

FERREIRA, Marieta de Moraes; FRANCO, Renato. Aprendendo História: reflexão e ensino. São Paulo: Editora do Brasil, 2009.

GINZBURG, Carlo. De A. Warburg a E.H. Gombrich: notas sobre um problema de método. In: GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

GINZBURG, Carlo. Medo, reverência, terror. Quatro ensaios de iconografia política. São Paulo: Companhia das letras, 2014.

HUIZINGA, Johan. O outono da Idade Média. São Paulo: COSACNAIFY, 2010.

SOUZA, Aline Fernandes. A mulher-faraó: representações da rainha Hatshepsut como instrumento de legitimação (Egito Antigo, século XV a. C.). Dissertação (mestrado em História). Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense, 2010.

Publicado
2019-12-18
Como Citar
Angeli, D. S. (2019). Iconografia política: reflexões para exercícios de análise no ensino de História. Oficina Do Historiador, 12(2), e35317. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2019.2.35317
Seção
Artigos