As memórias, o romance e o processo de leitura

  • José Reinaldo Nonnenmacher Hilário Universidade Federal de Santa Catarina
  • Ana Cláudia de Souza Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Memória, Literatura, Romance, Leitura.

Resumo

Assim como a narrativa literária é invariavelmente limitada, os caminhos de leitura também o são. Eles se prendem às amarras do leitor e suas memórias e ao texto. Neste artigo, analisam-se alguns aspectos do romance de memória Leite derramado (2009), de Chico Buarque. São realizadas análises qualitativas inferenciais considerando não somente a construção narrativa do romance, mas também os desafios que este tipo de leitura impõe à memória do leitor. Em Leite derramado, Eulálio, um homem centenário que vive em um hospital ou em alguma sorte de casa de cuidados para idosos, conta ao leitor sua vida, focalizando em Matilde, sua esposa que se foi.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Reinaldo Nonnenmacher Hilário, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutorando em Literatura - UFSC. Professor do Instituto Federal Catarinense - Campus Videira
Ana Cláudia de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina
Professora do Departamento de Metodologia de Ensino e do Prgrama de Pós-Graduação em Linguística. Área de concentração: Psicolinguística.

Referências

BADDELEY, Alan; ANDERSON, Michael C.; EYSENCK, Michael W. Memória. Tradução Cornélia Stolting. Porto Alegre: Artmed, 2011.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BLANCHO T, Maurice. A conversa infinita. 2. ed. São Paulo: Escuta, 2007.

BENJAMIM, Walter. O narrador. In: ______. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 2012. p. 213-240.

BRISOLARA, Maria Isabel Teixeira. Por que não literatura na escola? In: SOUZA, A.C; BACK, A. C. P.; FINGER-KRATOCHVIL, C. Objetivas de leitura: tempos e espaços para o ato de ler e para a formação do leitor e do professor. (No prelo).

BUARQUE, Chico. Leite derramado. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

IZQUIERDO, Iván. Memória. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.

LIGHT, Leah L.; BURKE, Deborah M. (Ed.). Language, memory, and aging. Cambridge: Cambridge University Press, 1988.

PAULS, Allan. O passado. Tradução Josely Viana Baptista. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

SCHACTER, Daniel L. The seven sins of memory: how the mind forgets and remember. New York: Houghton-Miflin, 2001.

SOUZA, Ana Cláudia de. (Re)memória, (des)memória e aprendizagem: caminhos para se pensar a atividade de leitura. In: SOUZA. Ana Cláudia de; GARCIA, Wladimir Antônio da Costa. A produção de sentidos e o leitor: os caminhos da memória. Florianópolis: NUP/CED, 2012. p. 27-41.

Publicado
2018-03-23
Como Citar
Hilário, J. R. N., & de Souza, A. C. (2018). As memórias, o romance e o processo de leitura. Letrônica, 10(2), 837-849. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2017.2.26404