O enigma da aquisição da linguagem de Kaspar Hauser à luz do gerativismo

Palavras-chave: Aquisição da linguagem, Competência linguística, Desempenho linguístico, Gramática Gerativa.

Resumo

Este artigo relaciona a trajetória do comportamento linguístico do protagonista do filme de 1974, O Enigma de Kaspar Hauser, do diretor alemão Werner Herzog, aos fenômenos de aquisição da linguagem e da competência linguística inata, postulados pelo gerativismo e investiga como eles se revelam na prática de um falante que adquiriu tardiamente a linguagem verbal. A Teoria Gerativista postula a existência de um dispositivo de aquisição da linguagem com o qual o indivíduo nasce e que, em contato com uma língua natural, gera a gramática da língua a que estiver exposto, desenvolvendo a capacidade de comunicação. O presente trabalho é uma análise ficcional em forma de estudo de caso, do tipo descritivo e exploratório, de cunho qualitativo. Esta análise ficcional, relacionada ao gerativismo, corrobora a ideia de que é possível alguém que tenha ficado sem contato com outros humanos, como foi o caso de Kaspar, desenvolver a linguagem verbal ainda que tardiamente, porém com algumas limitações, especialmente relacionadas ao pensamento abstrato que possibilita a compreensão da representatividade dos signos linguísticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margarete G. M. de Carvalho, Instituto Federal de Santa Catarina

Departamento de Ensino, pesquisa e Extensão

Coordenadoria Pedagógica

Carmem Elisabete de Oliveira, Universidade Federal da Fronteira Sul

Departamento de Letras Português Espanhol

Docente de Libras

Referências

BLIKSTEIN, Izidoro. Kaspar Hauser, ou a fabricação da realidade. 9. ed. São Paulo: Cultrix, 2003.

BOTHA, Rudolf P. The Conduct of Linguistic Inquiry: A Systematic Introduction to the Methodology of Generative Grammar. The Hague: Mouton Publishers, 1981.

CHOMSKY, Noam. Novos Horizontes no Estudo da Linguagem. D.E.L.T.A., v. 13, n. especial, p. 73-92, 1997.

______. Arquitetura da linguagem. Nirmalangshu Mukherji, Bibudhendra Narayan Patnaik e Rama Kant Agnihotri (Org.). Tradução Alexandre Morales e Rafael Ferreira Coelho. Bauru, SP: Edusc, 2008.

______. Linguagem e mente. Trad. Roberto Leal Ferreira. São Paulo: UNESP, 2009.

GLENDAY, Candice. A Lingüística de Chomsky em contraposição ao Estruturalismo e ao Behaviorismo. Revista Inter Science Place, v. 2, n. 08, s/p., 2009.

GONÇALVES, Rodrigo T. Chomsky e o aspecto criativo da linguagem. Revista Virtual de Estudos da Linguagem – ReVEL, v. 5, n. 8, p. 1-13, 2007.

Hauser , Kaspar. Autobiografia. In: Christian Burgois (Org.). Kaspar Hauser: écrits de et sur Kaspar Hauser, 2003. Tradução de Elton P. A autobiografia de Kaspar Hauser. Disponível em: http://kasparbio.blogspot.com.br. Acesso em: 10 dez. 2012.

HERZOG, Werner. O Enigma de Kaspar Hauser. Título original: Jeder für sich und Gott gegen alle [filme – vídeo]. Direção e produção: Werner Herzog. Alemanha Ocidental. 1974. Cor. 110 min. Disponível em: <https://www.youtube.com/watchv=geug75xNoAo>. Acesso em: 10 set. 2012.

LYONS, John. Linguagem e Linguística: uma introdução. RJ: LTC, 2009.

QUADROS, Ronice Müller de. O paradigma gerativista e a aquisição da linguagem. In: QUADROS, Ronice Müller de; FINGER, Ingrid. Teorias de aquisição da linguagem. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2008. p. 45-82.

RAPOSO, Eduardo. Teoria da Gramática: a faculdade da linguagem. Lisboa: Caminho, 1992.

ROSA, Maria Carlota. Introdução à (Bio)Linguística: linguagem e mente. São Paulo: Contexto, 2010.

SABOYA, Maria Clara L. O Enigma de Kaspar Hauser (1812?-1833): uma abordagem psicossocial. Psicologia. USP, v. 12, n. 2, São Paulo, p. 105-116, 2001.

SACKS, Oliver. Vendo Vozes: uma viagem ao mundo dos surdos. São Paulo: Cia das Letras, 2005.

SKUSE, David H. Extreme Deprivation in Early Childhood. In: Bishop , Dorothy; Mogford , Kay (Ed.). Language Development in exceptional circumstances. Hiove & New York: Psychology Press, 2004. p. 29-46.

SLOBIN, Dan Isaac. Psicolinguística. São Paulo: EDUSP, 1980.

TRASK, Robert Lawrence. Dicionário de Linguagem e Linguística. Trad. Rodolfo Ilari. São Paulo: Contexto. 2004.

VIOTTI, Evani. Introdução aos Estudos Linguísticos. Florianópolis, 2008. Disponível em: <http://www.libras.ufsc.br/colecaoLetrasLibras/eixoFormacaoBasica/estudosLinguisticos/assets/317/TEXTO_BASE_-VERSAO_REVISADA.pdf>. Acesso em: 10 set 2012.

Publicado
2018-03-23
Como Citar
de Carvalho, M. G. M., & de Oliveira, C. E. (2018). O enigma da aquisição da linguagem de Kaspar Hauser à luz do gerativismo. Letrônica, 10(2), 634-643. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2017.2.26359