Sobre a Revista

A revista Letrônica foi criada em 2008 pela então coordenadora do PPGL/PUCRS, Ana Maria Lisboa de Mello, com o apoio de doutorandos que atuaram como editores júnior. Em princípio, com a publicação visava-se a criar um espaço de divulgação dos trabalhos de mestrandos e doutorandos do Programa.

O nome Letrônica (“Letras” + “eletrônica”), escolhido pelos alunos, surgiu num momento em que ainda não era uma exigência a publicação on-line das revistas acadêmicas. Com a preocupação de qualificar a produção do Programa e estimular a publicação dos pós-graduandos em periódicos de outras instituições, a revista, nos anos seguintes, passou por um constante processo de atualização.

Em 2012, assumem a editoria da Letrônica os professores Maria da Glória di Fanti, da área de Linguística, e Biagio d’Angelo, da área de Literatura. Nesse momento, os objetivos são modificados, e a revista passa a incentivar a publicação de pesquisadores de diferentes regiões do Brasil e do exterior. Na primeira avaliação da CAPES, ainda no ano de 2012, a Letrônica foi avaliada com o Qualis B2. Mantendo-se a qualidade já alcançada e buscando-se sempre uma maior adequação às exigências do cenário acadêmico brasileiro e internacional, tanto o conselho editorial quanto as normas de publicação foram revisados. Em nova avaliação da Capes (2013-2014), atingiu o Qualis B1.

Em 2014, assumiu a editoria da área de Literatura o professor Pedro Theobald. Na busca constante pelo aperfeiçoamento do periódico, em 2018, em função das exigências da Scielo e contando com o apoio da EDIPUCRS, a revista passou a ter periodicidade trimestral, sendo publicados dois números temáticos de cada grande área de abrangência: Linguística e Literatura.

O periódico publica quatro números temáticos por ano, dois destinados à área de Linguística e dois, à área de Literatura. Recebe artigos inéditos de pesquisadores vinculados a programas de pós-graduação. Nos quatro números, há espaço também para a publicação de entrevistas com pesquisadores e resenhas de livros acadêmicos (não obras literárias) publicados nos últimos dois anos. Os números temáticos, cuja chamada completa é publicada no site da revista, são organizados por um ou mais pesquisador(es) especialista(s) no tema da chamada e por doutorando(s) do PPGL/PUCRS. Todas as chamadas são abertas, e os trabalhos são submetidos à avaliação por pares.

Os textos submetidos passam por uma avaliação inicial formal realizada pela equipe editorial, que pode solicitar correções e complementos. Os textos que não se enquadrarem no escopo da revista, que não cumprirem requisitos mandatórios ou que não forem adequados dentro do prazo serão arquivados.

Uma vez constatada a admissibilidade da submissão, são solicitados dois pareceres de pesquisadores especializados na temática, que servirão de subsídio aos editores, permanecendo com estes a decisão última. A publicação de trabalhos está condicionada ao cumprimento de suas recomendações. Na avaliação são levados em conta a originalidade do tratamento do tema, a consistência e o rigor da abordagem, bem como sua contribuição e adequação à temática da chamada do número ao qual se destina o artigo.

O sistema de revisão é duplo-cego: os nomes dos pareceristas permanecerão em sigilo, omitindo-se também os nomes dos autores perante os pareceristas.

Dos avaliadores espera-se que sejam objetivos em sua avaliação. Havendo algum conflito de interesse ou dificuldade em formular um juízo sem influência significativa de fatores externos, devem contatar os editores.

O texto e demais informações disponibilizadas no processo de avaliação devem ser tratados com sigilo e não podem ser utilizados para outra finalidade.

Trimestral

Este periódico proporciona acesso aberto a todo o seu conteúdo, seguindo o princípio de que tornar gratuito o acesso à pesquisa científica gera um maior intercâmbio global de conhecimento.

Autoria

Os autores são titulares originários e serão responsáveis pela originalidade e autoria de sua criação, não sendo a editora penalizada, civil ou criminalmente, por eventual plágio ou conteúdo inadequado.

Ineditismo e originalidade

Ao submeter o manuscrito, os autores garantem que o trabalho não foi previamente publicado nem está sendo analisado por outra revista.

Não são aceitáveis cópias literais de trechos já publicados, a não ser em casos excepcionais, na forma de citação. Ilustrações e gráficos de outras fontes devem ser creditados ou acompanhados de permissão de seus titulares de direitos autorais, se aplicável.

Correção de erros e retratações

Os autores devem se comprometer com a casa publicadora, entregando o texto com linguagem adequada e apta à publicação. É necessário, no entanto, notificar o editor se algum erro for identificado, a fim de publicar uma errata.

Sigilo

O texto enviado para avaliação é um documento e será protegido de qualquer forma de exploração.

Dados de catalogação

Ficha catalográfica elaborada pelo Setor de Tratamento da Informação da Biblioteca Central da PUCRS.

Política de taxas para submissão de artigos e Taxas para Processamento de Artigos (APCs)

Este periódico não cobra taxas para publicação.

Cobertura temática codificada de acordo com a classificação do CNPq, identificando primeiro e segundo níveis

  • Área principal: Linguística e Literatura
  • Qualis: B1
  • Período: 2013-2016