Carretas e transporte rodoviário bioceánico: a rota Buenos Aires-Mendoza no século XVIII

  • Pablo Lacoste
Palavras-chave: Carretas, Transporte terrestre colonial, Rotas bi-oceânicas

Resumo


A carreta foi o principal meio de transporte terrestre na América colonial entre os séculos XVI e XIX. Uma das rotas mais utilizadas foi Buenos Aires-Mendoza, estabelecendo uma ligação entre os mercados do Atlântico e do Pacífico. Este artigo examina essas rotas, ao final do século XVIII, com base no processamento das viagens de 16.000 carretas. O tema será aprofundado em um segundo trabalho intitulado “Los troperos y los orígenes de la burguesía en el Cono Sur de América colonial” (previsto para o próximo número de Estudos Ibero-Americanos).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2005-12-31
Como Citar
Lacoste, P. (2005). Carretas e transporte rodoviário bioceánico: a rota Buenos Aires-Mendoza no século XVIII. Estudos Ibero-Americanos, 31(1). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2005.1.1323
Seção
Artigos