Discursos racistas no Chile e no Peru durante a Guerra do Pacífico (1879-1884)

  • Juan Carlos Arellano G. Universidad Católica de Temuco

Resumo

A guerra é um momento transcendente na história das nações. Este artigo resgata as percepções subjetivas que definem a realidade moral da guerra. Para isso, são analisados os discursos de guerra apresentados no Chile e no Peru durante a Guerra do Pacífico. Os discursos belicosos são considerados artefatos culturais que dão sentido ao conflito. A hipótese deste artigo discute a existência de um discurso racista articulado a partir da realidade histórica e ideológica da época. Nos discursos estão as figuras do ‘roto’ e do ‘cholo’, a ser seus arquétipos nacionais que servem para homogeneizar e exacerbar aquelas qualidades consideradas essenciais dos povos em conflito. Este trabalho é atribuído à abordagem que estuda as linguagens políticas, colocando sua atenção para o contexto em que se articulam e desarticulam os dis-cursos. As fontes utilizadas são, principalmente, jornais e proclamações do período

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juan Carlos Arellano G., Universidad Católica de Temuco
Profesor del Departamento de Sociología y Ciencia Política de la Universidad Católica de Temuco. Magíster en Ciencia Política y Doctor en Historia (PUC).
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Arellano G., J. C. (2012). Discursos racistas no Chile e no Peru durante a Guerra do Pacífico (1879-1884). Estudos Ibero-Americanos, 38(2). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.2.13113
Seção
Artigos