A história latino-americana recontada por italianos na época do fascismo

  • Carla Brandalise UFRGS
Palavras-chave: Usos políticos do passado, Nacionalismo, Fascismo

Resumo

Através de uma perspectiva epistemológica e metodológica es-pecífica, os usos políticos do passado, este artigo visa analisar a particular narrativa histórica que a Itália produz na época do fascismo a propósito de sua ligação com a América Latina, em especial, nos anos de 1920. É nesta década que o interesse pelo subcontinente sul-americano aparece com especial força, em meio a uma perspectiva de elevação de prestígio, de disputa de mercados econômicos e anseios de presença da ‘nova’ Itália na região. Aproveitando, inclusive, a produção italiana do passado liberal e de finais do século XIX, faz-se uma reelaborarão e uma recontextualização discursiva na forma de um elenco cognitivo da intrínseca e ‘natural’ relação entre as nações latinas em seu todo. Proposição essa que se encaixa como instrumento mítico-simbólico de inte-gração através de um passado idealizado, muitas vezes, fictício como uma miragem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Brandalise, UFRGS
Graduada em Licenciatura, Bacharelado em História e mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Doutorou-se em História Política pelo Institut d’Études Politiques de Paris – Cycle Supérieur d’Histoire du 20ème Siècle (2003). Atualmente é professora adjunta de História Moderna e Contemporânea na UFRGS; professora permanente nos Programas de Pós-Graduação em História e em Relações Internacionais – UFRGS.
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Brandalise, C. (2012). A história latino-americana recontada por italianos na época do fascismo. Estudos Ibero-Americanos. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.s.12475