A dialética das possibilidades: a face interventiva do Serviço Social

  • Idília Fernandes

Resumo

A sociedade contemporânea tem sido marcada pelo movimento histórico que traz a possibilidade de expressão humana, transformando tudo ao seu redor; os costumes e os recursos para a vida de hoje não se igualam aos da última metade de século que passou. Da mesma forma, os números absurdos que pontuam a exclusão social denunciam uma sociedade de sujeitos excluídos e maltratados cotidianamente em um tempo de gloriosos avanços tecnológicos e comunicacionais. Em uma perspectiva dialética, é possível perceber com maior precisão as contradições de um tempo ainda marcado pela centralidade da categoria trabalho. Este artigo pretende colocar em evidência a explicitação das categorias de apreensão do real na perspectiva do método dialético na relação com a sociedade contemporânea e com a instrumentalidade do Serviço Social.
Palavras-chave – Movimento. Transformação. Dialética. Sociedade/indivíduo. Contradição. Totalidade. Mediação. Cotidianidade. Relações sociais. Capital-trabalho. Questão social. Desigualdade. Resistência. Interdição. Acessibilidade. Protagonismo do sujeito. Método Dialético. Metodologia e instrumentalidade do Serviço Social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-10-26
Como Citar
Fernandes, I. (2006). A dialética das possibilidades: a face interventiva do Serviço Social. Textos & Contextos (Porto Alegre), 4(1), 1-21. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/view/1009
Seção
Exercício Profissional e Alternativas Teórico-Metodológicas