Comentários em fanfics

Produção escrita colaborativa na internet

Palavras-chave: Análise Dialógica do Discurso, Círculo de Bakhtin, Fanfiction

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a relação de alteridade, a partir da proposta bakhtiniana, em comentários de leitores a fanfics publicadas no site brasileiro Spirit Fanfics e Histórias. A fanfiction é uma história de ficção escrita individual ou coletivamente a partir de livros, séries, filmes e/ou personagens de outros autores, sendo majoritariamente popular entre leitores e escritores jovens. Esses textos circulam na internet, em comunidades específicas – sites criados com esse fito, como o selecionado – e, nesse espaço de produção escrita, escritores e leitores dialogam sobre as produções, por meio dos comentários, no intuito de aperfeiçoá-las, sob os valores desse espaço. Para isso, o ato de comentar a produção do outro, manifestando seu posicionamento individual, a fim de colaborar com o desenvolvimento do texto, é fundamental e, por isso, é requerido pelos escritores e pelo próprio site. Os estudos bakhtinianos indicam que os enunciados concretos – manifestações de linguagem em atos/eventos interativos – são elaborados por sujeitos sociais sempre na relação com o outro, a quem se dirige, direta ou indiretamente. Assim, embasado pelos estudos de Bakhtin, de Volóchinov e da Análise Dialógica do Discurso, este trabalho analisa as relações de alteridade em cinco comentários postados em fanfics do seriado 13 Reasons Why, selecionados de um conjunto de 120, os quais compõem uma pesquisa de doutoramento em andamento, na qual o critério de seleção foi a presença de elogio/crítica justificada ao texto. Por sua vez, os comentários analisados neste artigo são representativos da alteridade nesse corpus maior. A metodologia selecionada – o cotejamento – consiste no colocar textos em relação, no intuito de ampliar os contextos para a compreensão dos enunciados, conforme propõe Bakhtin. Da proposta bakhtiniana, destacamos os conceitos de arquitetônica, diálogo, enunciado concreto, campo de atividade e alteridade como relevantes para a presente discussão, os quais embasam as análises propostas. Partiu-se da hipótese de que as relações de alteridade são elemento central para a edificação desses textos nessa comunidade colaborativa de produção escrita. Diante disso, os resultados alcançados indicam que o comentário é constituinte da fanfic, o qual orienta a produção com base na relação de alteridade entre autores e leitores. Somado a isso, o artigo destaca a importância do gênero comentário para essa relação, o qual se mostrou, por meio das análises, como singular nesse espaço, com as relações entre eu e outro marcadas em sua arquitetônica. Com isso, este artigo contribui para a área dos estudos bakhtinianos com considerações sobre os gêneros do discurso em contexto digital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Célia Mendonça, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara, SP, Brasil.

Doutora e mestre com pós-doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em Campinas, SP, Brasil. Docente e pesquisadora do Departamento de Linguística da Universidade Estadual Paulista (UNESP), em Araraquara, SP, Brasil. Coordenadora do núcleo do PIBID/Português da Unesp/Araraquara. Vice-líder do grupo de pesquisa SLOVO - Grupo de Estudos do Discurso, cadastrado no CNPq.

Marina Totina de Almeida Lara, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara, SP, Brasil.

Mestre em Linguística pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), em Araraquara, SP, Brasil; doutoranda em Linguística e Língua Portuguesa na UNESP/FCLAr, em Araraquara, SP, Brasil. Bolsista de doutorado FAPESP (Processo 2017/25868-4). Participante do grupo de estudos SLOVO – Grupo de Estudos do Discurso, cadastrado no CNPq.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Gêneros do discurso. In: BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. Organização, tradução, posfácio e notas de Paulo Bezerra. Notas da edição russa de Serguei Botcharov. São Paulo: Editora 34, 2016a. p. 11-70.

BAKHTIN, Mikhail. Metodologia das ciências humanas. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Prefácio à edição francesa de Tzvetan Todorov. Introdução e tradução do russo de Paulo Bezerra. 6. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011b. p. 393-410.

BAKHTIN, Mikhail. O problema do texto na linguística, na filologia e em outras ciências humanas. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Prefácio à edição francesa de Tzvetan Todorov. Introdução e tradução do russo de Paulo Bezerra. 6. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011a. p. 307-330.

BAKHTIN, Mikhail. O texto na linguística, na filologia e em outras ciências humanas. In: BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. Organização, tradução, posfácio e notas de Paulo Bezerra. Notas da edição russa de Serguei Botcharov. São Paulo: Editora 34, 2016b. p. 71-100.

BAKHTIN, Mikhail. Para uma filosofia do ato responsável. Tradução de Valdemir Miotello, Carlos Alberto Faraco. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010.

BRAIT, Beth. Análise e teoria do discurso. In: BRAIT, Beth. Bakhtin: outros conceitos-chave. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2018. p. 9-31.

CAMPOS, Maria Inês Batista. A questão da arquitetônica em Bakhtin: um olhar para materiais didáticos de língua portuguesa. Filol. linguíst. port., São Paulo, v. 14, n. 2, p. 247-263, 2012.

GRILLO, Sheila. Esfera e campo. In: BRAIT, Beth. Bakhtin: outros conceitos-chave. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2018. p. 133-160.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. Tradução de Susana L. de Alexandria. 2. ed. São Paulo: Aleph, 2009.

LARA, Marina Totina de Almeida; MENDONÇA, Marina Célia. O meme em material didático: considerações sobre ensino/aprendizagem de gêneros do discurso. Bakhtiniana, São Paulo, v. 15, n. 2, p. 185-209, abr./jun. 2020.

MENDONÇA, Marina Célia. Discursos sobre a literacia familiar em contexto brasileiro: considerações sobre cronotopo e política educacional. In: CRISTOVÃO, Assunção; BUBNOVA, Tatiana;

RICHARTZ, Terezinha (org.). Corpo, tempo e espaço. Franca, SP: Unifran, 2020. p. 52-72.

ROJO, Roxane Helena Rodrigues; MELO, Rosineide. A arquitetônica Bakhtiniana e os multiletramentos. In: NASCIMENTO, Elvira Lopes; ROJO, Roxane Helena Rodrigues (org.). Gêneros do texto/discurso e dos desafios da contemporaneidade. Campinas: Pontes. 2012. p. 249-272.

SOBRAL, Adail. A filosofia primeira de Bakhtin: roteiro de leitura comentado. Campinas: Mercado de Letras, 2019.

VOLOCHÍNOV, Valentin Nikolaevich. A construção da enunciação. In: VOLOCHÍNOV, Valentin Nikolaevich. A construção da enunciação e outros ensaios. Organização, tradução e notas de João Wanderley Geraldi. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013. p. 157-188.

VOLÓCHINOV, Valentin Nikolaevich. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução, notas e glossário de Sheila Grillo, Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2017.

VOLÓCHINOV, Valentin Nikolaevich. Palavra na vida e palavra na poesia: para uma poética sociológica. In: VOLÓCHINOV, Valentin Nikolaevich. Palavra na vida e palavra na poesia: ensaios, artigos, resenhas e poemas. Organização, tradução, ensaio introdutório e notas de Sheila Grillo, Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2019. p. 109-146.

Publicado
2021-12-31
Como Citar
Mendonça, M. C., & Lara, M. T. de A. (2021). Comentários em fanfics: Produção escrita colaborativa na internet. Letras De Hoje, 56(3), 654-667. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2021.3.40705
Seção
Dossiê: Estudos Bakhtinianos Contemporâneos