A aquisição da linguagem falada e escrita: o papel da consciência linguística

  • Thaïs Cristófaro SIlva UFMG
  • Daniela Oliveira Guimarães UFMG
Palavras-chave: consciência fonológica, multirrepresentacionalidade, léxico, relação fala-escrita.

Resumo

Este artigo discute aspectos referentes à consciência fonológica e sua relação com a aquisição da linguagem escrita. Consideramos também o papel do item lexical como peça chave da apropriação do conhecimento linguístico. O debate centra-se na segmentação da linguagem em unidades específicas (palavra, sílaba, fonema) e na produtividade de tais unidades. Avaliamos a relação fala e escrita na aquisição da linguagem demonstrando que a fala interfere na escrita bem como a escrita interfere na fala. Adotamos a perspectiva dos Modelos Multirrepresentacionais e argumentamos que a fala e a escrita estão em constante interação na construção da representação mental e, consequentemente, na emergência e consolidação da consciência linguística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaïs Cristófaro SIlva, UFMG
Professora Titular em Estudos Linguísticos: Fonética e Fonologia
Publicado
2013-09-10
Como Citar
Cristófaro SIlva, T., & Guimarães, D. O. (2013). A aquisição da linguagem falada e escrita: o papel da consciência linguística. Letras De Hoje, 48(3), 316-323. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/12608
Seção
Parte 2 – Pesquisas Empíricas em Aquisição de Língua Materna: Alfabetização e Letramento