A tessitura de experiências compartilhadas, negociadas e potencializadas no currículo no ensino superior

  • Kezia Rodrigues Nunes UFES
  • Carlos Eduardo Ferraço UFES
Palavras-chave: ensino superior, currículo, experiência

Resumo

Este trabalho discute processos de formação de uma turma do curso de Pedagogia da Universidade Federal do Espírito Santo na perspectiva do currículo em rede, que considera uma multirreferencialidade na tessitura de diferentes campos discursivos e exercita outras racionalidades, ao enredar saberes, fazeres, poderes e subjetividades. Utiliza os ensaios e outras produções individuais e coletivas dos alunosprofessores em formação inicial, a fim de debater seus usos e apropriações, bem como seus modos particulares de consumo a respeito do currículo. Essa articulação permite pensar em cartografias que superem a linearidade, a ordenação e as dicotomias impressas na racionalidade hegemônica e nos modelos consagrados de pesquisa, em busca de outros modos de discutir os cotidianos como espaçotempo de criação e de experiência, considerando a complexidade que envolve essa tessitura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kezia Rodrigues Nunes, UFES
Mestre em Educação Física. Doutoranda em Educação. Membro do Grupo PROTEORIA e do Grupo NUPEC3
Carlos Eduardo Ferraço, UFES
Doutor em Educação. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFES). Coordenador do Grupo NUPEC3.
Publicado
2011-10-04
Como Citar
Nunes, K. R., & Ferraço, C. E. (2011). A tessitura de experiências compartilhadas, negociadas e potencializadas no currículo no ensino superior. Educação, 34(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/7955