Histórias de vida de jovens egressos de medidas socioeducativas: entre a margem e a superação

  • Rute Vivian Angelo Baquero Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Marilene Alves Lemes
  • Eliene Amorim dos Santos
Palavras-chave: jovens, medidas socioeducativas, histórias de vida

Resumo

O artigo analisa histórias de vida de jovens egressos do sistema de medidas socioeducativas, estudando-as na sua relação com processos da margem e da superação. Busca problematizar: Quem são esses jovens? Quais suas expectativas em relação à escola? De que modo a escola se relaciona com eles? O que a família representa em suas vidas? Como se dá sua relação com o trabalho precarizado? Que fatores, segundo os jovens, são responsáveis ou não pela reconstrução de suas vidas? O texto sugere, com base nos dados de pesquisa, a necessidade de políticas públicas direcionadas a jovens egressos do sistema de medidas socioeducativas, bem como a importância da sobreposição do enfoque socioeducativo sobre o correcional-repressivo na aplicação das medidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-07-24
Como Citar
Baquero, R. V. A., Lemes, M. A., & Santos, E. A. dos. (2011). Histórias de vida de jovens egressos de medidas socioeducativas: entre a margem e a superação. Educação, 34(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/7618