Visão de homem na educação e o problema da humanização

  • Pergentino Stefano Pivatto

Resumo


A reflexão surge da suspeita de que a educação, incluída a pedagogia, não tem visão nem própria e nem clara de ser humano, serve-se de arranjos tomados de ciências coadjuvantes, o que pode ser válido, mas não elabora sua própria síntese, ficando seus objetivos específicos dispersivos e erráticos, dando ensejo a reducionismos antropológicos que vão desaguar em teorias educacionais que perdem de vista a sua maior aposta que consiste na humanização daqueles que são chamados a se tornarem humanos. Inquietudes e desafios presentes na sociedade educativa mostram a insuficiência da moldura atual de compreensão antropológica na qual atuam educadores, o que leva a urgir a elaboração de uma subjetividade que colha no seu âmago a visada educacional.
Descritores – Educação; antropologia; reducionismo; humanização; ética.

ABSTRACT

The concept of man in education and the humanization problem

The reflection arises from the suspicion that education, including pedagogy, has no proper or clear concept about the human being. It takes arrangements from coexisting sciences,what can be worth doing but does not elaborate its own synthesis.The procedure leads to dispersive and erratic specific objectives, that may assume anthropological reductionisms. Finally, these educational theories originated overlook their aim to humanize those called to become human. Anxieties and challenges, present in the educative society, indicate the current anthropological comprehension insufficience in which our educators act. The situation urges the elaboration of a subjectivity aimed at an educational review.
Key words – Education; anthropology; reductionism; humanization; ethics.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-08-23
Como Citar
Pivatto, P. S. (2007). Visão de homem na educação e o problema da humanização. Educação, 30(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/562
Seção
Outros Temas