Circulação das ideias e internacionalização da Educação Superior: inferências a partir da teoria dos campos de Pierre Bourdieu

  • Mário Luiz Neves de Azevedo Universidade Estadual de Maringá
  • Afrânio Mendes Catani Universidade de São Paulo
  • Ana Paula Hey Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Educação Superior. Campo Social. Campo Acadêmico. Internacionalização. Circulação Internacional de Ideias.

Resumo

A partir da teoria dos campos de Pierre Bourdieu, o presente artigo tem por objetivo problematizar a internacionalização da educação superior e a circulação internacional das ideias. Para além da apropriação conceitual, ressalta-se o uso prático do aporte para a compreensão do campo da educação superior no Brasil e a interface com o campo acadêmico. Enfatizam-se os limites e as possibilidades de um campo internacional da educação superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mário Luiz Neves de Azevedo, Universidade Estadual de Maringá
Professor no Departamento de Fundamentos da Educação e Programa de Pós-Graduação em Educação na UEM
Afrânio Mendes Catani, Universidade de São Paulo
Professor Titular na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP), Curso de Graduação em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação desta Faculdade; professor no Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina (PROLAM) - USP. Pesquisador do CNPq. E-mail: [email protected]
Ana Paula Hey, Universidade de São Paulo
Professora no Departamento de Sociologia, curso de Ciências Sociais, e no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo

Referências

AYERBE, Luis Fernando. Neoliberalismo e Política externa na América Latina. São Paulo: Editora UNESP, 1998.

AZEVEDO, Mário L. N. Transnacionalização e Mercadorização da Educação Superior: examinando alguns efeitos colaterais do capitalismo acadêmico (sem riscos) no Brasil – a expansão privado-mercantil. Rev. Inter. Educ. Superior [RIESup] Campinas, SP, v. 1, n. 1, p. 86-102, jul.-set. 2015a.

AZEVEDO, Mário L. N. Internacionalização ou Transnacionalização da Educação Superior: entre a formação de um campo social global e um mercado de ensino mundializado. Crítica Educativa Sorocaba, SP, v. 1, n. 1, p. 56-79, jan.-jun. 2015b.

AZEVEDO, Mário L. N. A internacionalização da Educação Superior em questão: mitos, enganos e verdades. Horizontes LatinoAmericanos – Revista de Humanidades e Ciências Sociais do Mercosul Educacional, v. 3, n. 1, p. 99-110, 2014.

AZEVEDO, Mário L. N. O Novo Regime Fiscal: A Retórica da Intransigência, o Constrangimento da oferta de bens públicos e o comprometimento do PNE 2014-2024. Tópicos Educacionais, Recife, v. 22, n. 1, jan.-jun. 2016.

AZEVEDO, Mário L. N. Internacionalização da Educação. Entrevista concedida a João Marcos Veiga. Portal da ANPEd. 2017. Disponível em: <http://www.anped.org.br/news/entrevista-mario-azevedo-uem-internacionalizacao-daeducacao>. Acesso em: 25 out. 2017.

AZEVEDO, Mário L. N. Educação superior, internacionalização e circulação de ideias: ajustando os termos e desfazendo mitos. Inter-Ação, Goiânia, v. 38, n. 2, p. 273-291, maio-ago. 2013.

AZEVEDO, Mário L. N.; CATANI, Afrânio M. Universidade e Neoliberalismo: o Banco Mundial e a Reforma Universitária na Argentina (1989-1999). Londrina: Práxis, 2004.

AZEVEDO, Mário L. N.; OLIVEIRA, João F.; CATANI, Afrânio M. O Sistema Nacional de Pós-graduação (SNPG) e o Plano Nacional de Educação (PNE 2014-2024): regulação, avaliação e financiamento. RBPAE, v. 32, n. 3, p. 783-803, set.-dez. 2016.

BOURDIEU, Pierre. Questions de Sociologie. Paris: Les Éditions de Minuit, 1984.

BOURDIEU, Pierre. Razões Práticas: sobre a teoria da ação. Campinas, SP: Papirus, 1996.

BOURDIEU, Pierre. Les conditions sociales de la circulation internationale des idées. Actes de la recherche en sciences sociales [ARSS], v. 145, décembre 2002. La circulation internationale des idées. p. 3-8.

BOURDIEU, Pierre. Os usos sociais da ciência. Por uma sociologia clínica do campo científico. São Paulo: EdUNESP, 2004.

BOURDIEU, Pierre; WACQUANT, Loïc. Réponses: pour une anthropologie reflexive. Paris: Seuil, 1992.

BOURDIEU, Pierre; WACQUANT, Loïc. Sobre as Artimanhas da Razão Imperialista. Estudos Afro-Asiáticos, ano 24, n. 1, p. 15-33, 2002.

BRASIL. EC 095 – Novo Regime Fiscal. Brasília: Câmara Federal, 2016.

CAPES. Sobre Avaliação de Cursos. Extraído de: <http://www.capes.gov.br/acessoainformacao/perguntas-frequentes/

avaliacao-da-pos-graduacao/7421-sobre-avaliacao-de-cursos>. Acesso em: 25 out. 2017.

CAPES. Programa de Excelência Acadêmica (Proex). Extraído de: <http://www.capes.gov.br/acessoainformacao/perguntas-frequentes/avaliacao-da-pos-graduacao/7421-sobreavaliacao-de-cursos>. Acesso em: 24 out. 2017.

CAPES. Relatório de Avaliação 2013-2016. Quadrienal 2017: Área de Educação. Brasília, 2017.

CAPES. Plano Nacional de Pós-Graduação – PNPG 2011- 2020. Brasília, DF, 2010. 2 v.

CARDOSO, Irene A. R. A universidade da comunhão paulista – o projeto de criação da universidade de São Paulo. São Paulo: Autores Associados/Cortez, 1982.

GALEANO, Eduardo. O caçador de histórias. Porto Alegre: L&PM, 2016.

GOUVEIA, Andréa B.; AZEVEDO, Mário L. N.; MENDES, Geovana M. L. A Pós-Graduação e a Internacionalização da Educação Superior: tendências e problemas – o lugar da ANPEd. Plurais – Revista Interdisciplinar, Salvador, v. 2, n. 2, p. 10-26, abr.-ago. 2017.

HEY, Ana Paula. Esboço de uma sociologia do campo acadêmico: a educação superior no Brasil. São Carlos, SP: EdUFSCar; São Paulo, FAPESP, 2008.

HEY, Ana Paula. Elites científicas: o caso da Academia Brasileira de Ciências. Anais do 36º Encontro Anual da ANPOCS, Águas de Lindóia, SP, 21-25 outubro 2012.

HEY, Ana Paula. Les élites des Sciences Sociales au Brésil: les ruses entre les usages du pouvoir académique et les rapports avec l’État. Annalles du XVII Congress de l´Académie Française de Sociologie. Amiens, France, 03-06 Juillet 2017.

HEY, Ana Paula; Catani , Afrânio M. A USP e a formação de quadros dirigentes. In: MOROSINI, Marília (Org.). A universidade no Brasil: concepções e modelos. Brasília: INEP, 2006. p. 295-312.

HEY, Ana Paula; RODRIGUES, Lidiane S. Elites acadêmicas: as Ciências Sociais na Academia Brasileira de Ciências. Revista Tempo Social, USP, 2017 (no prelo).

LAFER, Celso; PEÑA, Felix. Argentina e Brasil no Sistema das Relações Internacionais. São Paulo: Duas Cidades, 1973.

LAHIRE, Bernard. Campo (Verbete). In: CATANI, A. M.; NOGUEIRA, M. A.; HEY, A. P.; MEDEIROS, C. Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

MICELI, Sergio. A Fundação Ford no Brasil. São Paulo: FAPESP/Sumaré, 1993.

MOROSINI, Marília; NASCIMENTO, Lorena Machado do. Internacionalização da Educação Superior no Brasil: a produção recente em teses e dissertações Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, e155071, 2017.

SAPIRO, Gisèle. Bens Simbólicos [Economia dos] (Verbete). In: CATANI, A. M.; NOGUEIRA, M. A.; HEY, A. P.; MEDEIROS, C. Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

SCHWAB, Klaus. The Fourth Industrial Revolution: what it means, how to respond. Foreign Affairs, 12, Dec. 2015.

WAGNER, Anne-Catherine. A mobilidade das elites e as escolas internacionais – As formas específicas de representar o nacional. In: ALMEIDA, Ana Maria F.; NOGUEIRA, Maria Alice (Org.). A Escolarizacao das elites: um panorama internacional da pesquisa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002, p. 169-181.

WAGNER, Anne-Catherine. Mundialização/Internacionalização. In: CATANI, A. M.; NOGUEIRA, M. A.; HEY, A. P.; MEDEIROS, C. Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

Publicado
2017-12-31
Como Citar
Azevedo, M. L. N. de, Catani, A. M., & Hey, A. P. (2017). Circulação das ideias e internacionalização da Educação Superior: inferências a partir da teoria dos campos de Pierre Bourdieu. Educação, 40(3), 296-304. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2017.3.28980
Seção
Dossiê: Internacionalização da educação superior