Professores como fontes de motivação dos alunos: o quê e o porquê da aprendizagem do aluno

  • Willy Lens
  • Lennia Matos
  • Maarten Vansteenkiste

Resumo

Nesse artigo, discutiremos como os professores em suas aulas e os diretores, orientadores educacionais, entre outros profissionais atuantes no nível escolar, podem aumentar a quantidade e a qualidade da motivação dos alunos, influindo naquilo para que os alunos estão motivados (ou seja, a realização dos seus objetivos acadêmicos) e as razões porque eles se empenham para alcançar esses objetivos. Baseados na Teoria do objetivo da realização (Achievement Goal Theory) e na Teoria de autodeterminação (Selfdetermination theory), discutiremos essas diferenças qualitativas na motivação dos alunos e tentaremos explicar porque os professores deveriam criar um ambiente de aprendizagem que promovesse esses tipos mais eficazes de motivação. Descritores – Motivação discente; teoria da realização; teoria da autodeterminação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Lens, W., Matos, L., & Vansteenkiste, M. (2008). Professores como fontes de motivação dos alunos: o quê e o porquê da aprendizagem do aluno. Educação, 31(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/2752
Seção
Artigos