Saberes do aluno e intervenção docente: uma prática de produção textual

  • Renata Junqueira de Souza Universidade Estadual Paulista de Mesquita Filho
  • Elianeth Dias Kanthack Hernandes Universidade Estadual Paulista de Mesquita Filho
  • Gislene Aparecida da Silva Barbosa Faculdade de Presidente Prudente
Palavras-chave: Aprendizagem da escrita. Avaliação diagnóstica. Metodologia do ensino.

Resumo

O artigo apresenta o processo e os resultados de uma avaliação diagnóstica de escrita aplicada em alunos de 6º ano e também propõe uma sequência didática como intervenção docente. Com base na escrita de um conto, é avaliada a capacidade do estudante de identificar e de materializar os elementos da língua, garantindo a construção de sentido: uso do discurso direto, paragrafação, uso de coesivos, registro das letras maiúsculas e minúsculas, registro das ações, presença dos elementos da narrativa. A análise dos resultados e a proposta das práticas educativas sustentam-se nas pesquisas de Dolz e Schnewly (2004) sobre estratégias metodológicas para ensinar a produção de texto na escola, com base em um gênero textual, de relevância nas práticas cotidianas, destacando o procedimento de sondagem da aprendizagem como eixo e ponto de referência para o planejamento e para a realização de significativas intervenções docentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Junqueira de Souza, Universidade Estadual Paulista de Mesquita Filho
Educação Ensino-aprendizagem
Elianeth Dias Kanthack Hernandes, Universidade Estadual Paulista de Mesquita Filho
Mestrado e Doutorado na área de Educação pelo PPGE da unesp- Marília.  Professora Assistente Doutor na FFC da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Marília.  Pesquisadora da área da Educação,  com ênfase em Política Educacional,  Formação de Professores e Ensino da leitura e da escrita.
Gislene Aparecida da Silva Barbosa, Faculdade de Presidente Prudente

Professora Mestre do curso de Letras

Aluna do doutorado em educação da Fct UNESP

Referências

COLOMER, Teresa; CAMPS, Anna. Ensinar a ler, ensinar a compreender. Porto Alegre: Artmed, 2002.

DOLZ, Joaquim; GAGNON, Roxane; DECÂNDIO, Fabrício. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Trad. de Fabrício Decândio e Anna Rachel Machado. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

DOLZ, Joaquim; NOVERRAZ, Michele; SCHNEUWLY, Bernard. Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: DOLZ, J.; SCHNEUWLY, B. (Org.). Gêneros orais e escritos na escola. Trad. de Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas: Mercado de Letras, 2004. p. 21-39.

GUEDES, Paulo Coimbra. Da redação à produção textual: o ensino da escrita. São Paulo: Parábola, 2009.

LERNER, Delia. Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002.

MARCUSCHI. Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola, 2009.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. Avaliação da aprendizagem em processo: comentários e recomendações Pedagógicas – 6º ano. 8. ed. São Paulo, 2015.

SOARES, Magda. A escolarização da literatura infantil e juvenil. A escolarização da leitura literária. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

Publicado
2017-12-31
Como Citar
Souza, R. J. de, Hernandes, E. D. K., & Barbosa, G. A. da S. (2017). Saberes do aluno e intervenção docente: uma prática de produção textual. Educação, 40(3), 481-491. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2017.3.24606