A docência nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões sobre a escolha da profissão e sobre o exercício profissional

  • Ana Paula Furtado Soares Pontes Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Professores. Profissão docente. Escolha da profissão

Resumo

Este artigo discute a iniciação à docência e os dilemas do exercício profissional na visão dos professores das séries iniciais do ensino fundamental de escolas estaduais da Paraíba, onde desenvolve-se um projeto de extensão. A pesquisa, de cunho qualitativo (ALVES-MAZZOTTI, 2002), foi desenvolvida em três escolas públicas, localizadas em João Pessoa, a partir de entrevistas com 11 professores. O artigo traz uma breve discussão acerca da docência como profissão, seguida da análise dos resultados em termos de caracterização dos professores entrevistados, escolha da profissão e exercício profissional. As conclusões avançam no sentido de se compreender que a docência tem perdido conquistas profissionais históricas, chamando-se a atenção para o desafio do resgate da valorização da colegialidade docente e para o fortalecimento da relação entre os pares (IMBERNÓN, 2000) como estratégia importante no fortalecimento da docência como profissão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Furtado Soares Pontes, Universidade Federal de Pernambuco
Graduada em Pedagogia, com mestrado e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente, é professora da Universidade Federal da Paraíba, Campus I - João Pessoa/Departamento de Habilitações Pedagógicas, atuando na graduação e no Mestrado Profissional em Políticas Públicas, Gestão e Avaliação da Educação Superior (MPPGAV). Desenvolve pesquisa na área de Trabalho e Educação, trabalho docente e formação de professores. É ex-diretora da ANPAE- seção estadual Paraíba.

Referências

ALVES, Nancy Nonato de Lima. Amor à profissão, dedicação e o resto se aprende: significados da docência em educação infantil na ambigüidade entre a vocação e a profissionalização, 2006. 29ª REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 2006, Caxambu, MG. Anais da ... Caxambu: Anped, 2006, p. 1-17. Disponível em: <http://www.anped.org.br/reunioes/29ra/trabalhos/trabalho/GT07-2570--Int.pdf>. Acesso em: 02 fev. 2015.

ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith. O método nas ciências sociais. In: ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2002.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

______. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep. Relatório Síntese: Pedagogia (Licenciatura). Brasília, DF, 2011. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_ superior/enade/relatorio_sintese/2011/2011_rel_pedagogia.pdf . Acesso em: 12 fev. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Microdados do Censo Escolar da Educação Básica, 2012, Brasília, DF: MEC/Inep, 2012. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/basica-levantamentos-acessar>. Acesso em: 20 fev. 2015.

CARVALHO, Marília Pinto de. Vozes masculinas numa profissão feminina. Revista Estudos Feministas, Rio de Janeiro, IFCS/UFRJ, v. 6, n. 2, 1998.

CONTRERAS, José. Autonomia de professores. São Paulo: Cortez, 2002.

DOURADO, Luiz Fernandes. A reforma do Estado e as políticas de formação de professores nos anos 1990. In: DOURADO, Luiz Fernandes; PARO, Vitor Henrique (Org.). Políticas públicas & educação básica. São Paulo: Xamã, 2001.

DUBAR, Claude. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. Porto: Porto Editora, 1997.

GATTI, Bernadete. Formação inicial de professores para a educação básica: pesquisas e políticas educacionais. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 25, n. 57, p. 24-54, jan.-abr. 2014. Disponível em: <http://www.fcc.org.br/pesquisa/publicacoes/eae/arquivos/1899/1899.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2015.

ENGUITA, Mariano Fernández. A ambiguidade da docência: entre o profissionalismo e a proletarização. Teoria & Educação, Porto Alegre, n. 4, p. 41-61, 1991.

ESTEVE, José Manuel. Mudanças sociais e função docente. In: NÓVOA, António (Org.). Profissão professor. Porto: Porto Ed., 1995. p. 93-124.

FREIDSON, Eliot. Renascimento do profissionalismo: teoria, profecia e política. São Paulo: Editora da Universidade Federal de São Paulo, 1998.

RIBEIRO, Elisa Antônia. A perspectiva da entrevista na investigação qualitativa. Evidência: olhares e pesquisa em saberes educacionais, Araxá/MG, n. 04, p.129-148, maio 2008.

SACRISTÁN, Juan Gimeno. Consciência e acção sobre a prática como libertação profissional dos professores. In: Nóvoa , A. (Org.). Profissão professor. Porto, Portugal: Porto Editora, 1999. p. 63-92.

HYPOLITO, Álvaro M. Trabalho docente e profissionalização: sonho prometido ou sonho negado? In: VEIGA, Ilma P. A.; CUNHA, Isabel da (Org.). Desmistificando a profissionalização do magistério. Campinas: Papirus, 1999. p. 81-100.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2000.

KUENZER, A.; CALDAS, A. Trabalho docente: comprometimento e desistência. In: FIDALGO, F.; OLIVEIRA, M.; FIDALGO, N. (Org.). A intensificação do trabalho docente: tecnologias e produtividade. Campinas: Papirus, 2009. p. 19-48.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2001.

LOURO, Guacira Lopes. Mulheres na sala de aula. In: DEL PRIORE, Mary (Org.). História das mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2001. p. 443-481.

LÜDKE, Menga; BOING, Luiz Alberto. Globalização e educação: precarização do trabalho docente II – caminhos da profissão e da profissionalidade docentes. Educação e Sociedade, Campinas, v. 25, n. 89, set.-dez, 2004.

MARTINS, A. M. A descentralização como eixo das reformas do ensino: uma discussão da literatura. Educação & Sociedade, Revista de Ciência da Educação, Cedes, ano XXII, n. 77, p. 28-48, dez. 2001.

NÓVOA, António. O passado e o presente dos professores. In: Nóvoa , A. (Org.). Profissão professor. Porto, Portugal: Porto Editora, 1999. p. 13-34.

______. Profissão professor. Porto: Porto Editora, 1995.

______. Para o estudo sócio-histórico da gênese e desenvolvimento da profissão docente. Trabalho & Educação, v. 4, p. 109-139, 1991.

OLIVEIRA, Dalila A. As reformas educacionais e suas repercussões sobre o trabalho docente. In: OLIVEIRA, Dalila A. (Org.). Reformas educacionais na América Latina e os trabalhadores docentes. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. p. 13-35.

PACHECO, José Augusto. Políticas de avaliação e qualidade da educação. Uma análise crítica no contexto da avaliação externa de escolas, em Portugal. Avaliação, Campinas e Sorocaba, v. 19, n. 2, p. 363-371, jul. 2014.

PAPI, Silmara. Professores: formação e profissionalização. Araraquara: Junqueira & Marin, 2005.

FOCANDO A NOTÍCIA. Professores concursados superam temporários e representam mais de 60% na Paraíba. 8 de maio de 2013. Disponível em: http://www.focandoanoticia.com.br/professores-concursados-superam-temporarios-e-representammais-de-60-na-paraiba/. Acesso em: 21 mar. 2015.

TARDIF, Maurice. Os professores diante do saber: esboço de uma problemática do saber docente In: Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002. p. 31-55.

TARTUCE, Gisela Lobo B. P.; NUNES, Marina M. R.; ALMEIDA, Patrícia ristina Albieri de. Alunos do ensino médio e atratividade da carreira docente no Brasil. Cadernos de Pesquisa, v. 40, n. 140, p. 445-477, maio-ago. 2010.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis: Vozes, 2005.

Publicado
2017-05-31
Como Citar
Pontes, A. P. F. S. (2017). A docência nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões sobre a escolha da profissão e sobre o exercício profissional. Educação, 40(1), 115-125. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2017.1.22019
Seção
Outros Temas