Governo dos adultos, governo das crianças: agentes, práticas e discursos a partir da "lei da palmada"

  • Fernanda Bittencourt Ribeiro PUCRS
Palavras-chave: Lei da palmada, PL 7672/10, Violência contra criança, Metifenildato, Droga da obediência

Resumo

Neste artigo, viso explorar a genealogia da elaboração e a tramitação de um projeto de lei popularizado no Brasil como “lei da palmada” (PL 7672/10) e que busca legitimidade no argumento da necessária adequação do país as normas internacionais de proteção à infância. Inspirada em autores que demonstram as conexões entre política, ciência e moralidades em torno do tema “infância”, tratarei de identificar os principais atores engajados no debate deste PL e a tônica dos discursos proferidos na Câmara dos Deputados, nas reuniões da Comissão Especial constituída em agosto de 2011 para emitir parecer sobre o PL 7672/10. Busco também identificar como a criança universal particulariza-se no debate sobre a lei. Finalmente, o foco na controvérsia sobre as palavras a serem utilizadas no texto da lei coloca em relevo a luta discursiva que perpassa esta discussão e que trata do governo das condutas de adultos e crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Bittencourt Ribeiro, PUCRS
Doutora em Antropologia pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS, Paris, França), professora do PPG em Ciências Sociais da Pucrs em Porto Alegre, RS, Brasil.
Publicado
2014-01-30
Como Citar
Ribeiro, F. B. (2014). Governo dos adultos, governo das crianças: agentes, práticas e discursos a partir da "lei da palmada". Civitas - Revista De Ciências Sociais, 13(2), 292-308. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2013.2.15480