Mecanismos de exclusão em duas empresas em processo de reestruturação

  • Lea Carvalho Rodrigues
  • Catia Regina Muniz

Resumo

O presente trabalho aborda os mecanismos de exclusão constatados no estudo dos processos de mudança ocorridos em duas empresas: uma fábrica localizada no interior do estado de São Paulo, com filial em Recife (PE), ligada a um grupo anglo-holandês; e uma empresa do setor financeiro nacional, uma sociedade de economia mista com participação acionária majoritária da União. No primeiro caso, a ênfase recai sobre as formas de exclusão do trabalho feminino praticadas na área produtiva da referida fábrica: no processo seletivo, nas ocasiões de afastamento e retorno ao trabalho, por motivos de gravidez ou doença, quando as operárias são postas na categoria de alocadas. No segundo caso, aborda as formas de exclusão no processo de escolha dos denominados excedentes durante o processo de mudanças ocorrido no período 1995-2000. Em ambos os casos, independentemente das diferenças entre as empresas, as formas de exclusão apresentam semelhanças e são analisadas com ênfase na dimensão simbólica de sua efetivação. Palavras-chave: reestruturação produtiva; mecanismos de exclusão; dimensão simbólica; processos de mudança

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-05-03
Como Citar
Rodrigues, L. C., & Muniz, C. R. (2007). Mecanismos de exclusão em duas empresas em processo de reestruturação. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 3(2), 375-394. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2003.2.126