Hospitalidade compassiva

Uma fonte de valores para um mundo pós-pandemia

Palavras-chave: Hospitalidade, Reino de Deus, Pandemia, Bom Samaritano, Compaixão

Resumo

Diante de uma sociedade em transformação, afetada drasticamente pela pandemia do Covid-19, esse artigo aborda o tema da hospitalidade em sua vocação acolhedora e prestativa como modelo a guiar o surgimento de novo paradigma para as relações humanas. A hospitalidade é caracterizada como uma norma social que está presente em diversas culturas e tradições, especialmente na tradição bíblica, onde é fundamentada como um mandamento divino. Nos escritos neotestamentários, Jesus apresenta o evangelho do Reino, em um contexto que ressignifica o amor a Deus e ao próximo. Assim, frustrando diversas expectativas de seu tempo, Jesus revela um Reino onde ao mesmo tempo se coloca como hóspede, no despojamento e na simplicidade de ser acolhido, e anfitrião, oferecendo guarida ao povo excluído e marginalizado. Apresenta-se a parábola do bom samaritano (Lc 10, 25-37) como uma súmula e modelo da misericórdia de Deus que reivindica também uma atitude de compaixão para com o próximo. Desse modo, Jesus apresenta uma hospitalidade compassiva, guiada pelo horizonte mais abrangente e inclusivo do amor. Temos, assim, a partir da ideia de hospitalidade compassiva, valores que se oferecem para refletir os tempos hodiernos, em suas crises e esperanças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giovani Adelino Mattiello, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil

Mestre e doutorando em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

ALONSO, Juan José Hernández. Jesús de Nazaret: sus palabras y las nuestras. Maliano: Sal Terrae, 2016.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

BÉTHUNE, Pierre-François de. L’ospitalità: la strada sacra delle religioni. Milano: Edizioni San Paolo, 2013.

BLANK, Renold Johann. Escatologia do mundo: o projeto cósmico de Deus. São Paulo: Paulus, 2001.

DARKE, Jane; GURNEY, Craig. Como Alojar? Gênero, hospitalidade e performance. In: LASHLEY, Conrad; MORRISON, Alison (org.). Em busca da hospitalidade: perspectiva para um mundo globalizado. Barueri: Manole, 2004. p. 111-144.

DI SANTE, Carmine. Lo straniero nella bibbia: ospitalità e dono. Milano: Edizione San Paolo, 2012.

JEREMIAS, Joachim. Estudos no Novo Tentamento. São Paulo: Academia Cristã, 2015.

KARL, Rahner. Curso fundamental da fé: introdução ao conceito de cristianismo. São Paulo: Paulus, 1989.

LEÃO, Delfim F.; ROSSETI, Livio; FIALHO, Maria do Céu G. Z. (coord.) Nomos: direito e sociedade na Antiguidade Clássica. Madrid: Ediciones Clásicas Madrid, 2004.

MOLTMANN, Jürgen. Teologia da Esperança: estudos sobre os fundamentos e as consequências de uma escatologia cristã. São Paulo: Edições Loyola, 2005.

MOLTMANN, Jürgen. Ética da Esperança. Petrópolis: Vozes, 2012.

MOLTMANN, Jürgen; BOFF, Leonardo. Há esperança para a criação ameaçada? Petrópolis: Vozes, 2014.

MONGE, Claudio. Stranieri con Dio: l’ospitalita nelle tradizioni dei tre monoteismi abramitici. Milano: Edizioni Terra Santa, 2013.

ORTEGA, Francisco. Genealogia da Amizade. São Paulo: Iluminuras, 2002.

TELFER, Elizabeth. A filosofia da hospitalidade. In: LASHLEY, Conrad; MORRISON, Alison (org.). Em busca da hospitalidade: perspectiva para um mundo globalizado. Barueri: Manole, 2004. p. 53-78.

Publicado
2021-12-30