A censura a Prata Palomares (1971) e a construção da versão oficial sobre a luta armada

Palavras-chave: Censura, Ditadura, Prata Palomares

Resumo

Este artigo analisa a censura ao filme Prata Palomares (André Faria Jr.), produzido em 1971 e censurado no ano seguinte pela Divisão de Censura e Diversões Públicas (DCDP), tendo sido o filme totalmente interditado até 1976 – ano em que foi liberado para exibição em festivais – e permanecido fora do circuito comercial até 1983, quando foi distribuído pela Embrafilme. A questão que iremos trabalhar é: em que medida a censura ao filme inseriu-se em um conjunto de ações perpetradas pela ditadura civil-militar na construção de uma versão oficial sobre a luta armada? Assumimos como ponto de partida de nosso artigo o processo administrativo depositado no fundo da DCDP, mesmo que a obra fílmica, o material de divulgação do filme e os artigos publicados na imprensa escrita sejam objeto de consideração em alguns aspectos. Como metodologia, empregamos a análise documental a partir da Diplomática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Vinicius Asterito Lapera, Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, Brasil.

Doutor em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense (PPGCOM-UFF), em Niterói, RJ, Brasil; pesquisador da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), no Rio de Janeiro, RJ, Brasil; docente do Programa de Pós-Graduação em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (PPGCINE-UFF), em Niterói, RJ, Brasil.

Referências

BERG, Cleuza de Oliveira. Os mecanismos do silêncio: expressões artísticas e censura no regime militar (Brasil, 1964-1984). São Carlos: EdUFSCAR, 2002.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivo: estudos e reflexões. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Ato Institucional número 5, de 13 de dezembro de 1968. Diário Oficial da União, Brasília, 13 dez 1968. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/ait/ait-05-68.htm. Acesso em: 21 jun. 2019.

BRASIL. Presidência da República. Decreto 20493, de 24 de janeiro de 1946. Diário Oficial da União, Brasília, 29, jan. 1946. Disponível: https://www2.camara.leg.br//legin/fed/decret/1940-1949/decreto-20493-24-janeiro-1946-329043-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 20 jun. 2019.

BRASIL. Ministério do Interior. Informação número 22/0561/G-2/83. Dossiê Propaganda Adversa. Superintendência do Desenvolvimento da Região Centro-Oeste, 11 páginas. Diário Oficial da União, Brasília, 1983.

BRASIL. Protocolo 5482 – PB 42, de 15/8/1970. In: Informação 2914, de 27 de agosto de 1974, do Serviço Nacional de Informações. Teatro Oficina. José Celso Martinez Corrêa. Arquivo Nacional, Fundo SNI. Entrada digital na base SIAN/Arquivo Nacional: BR_DFANBSB_V8_MIC_GNC_AAA_74079949_d0001de0002.pdf. Acesso em: 27 mar. 2019.

DARNTON, Robert. Censores em ação: como os estados influenciaram a literatura. São Paulo: Cia. das Letras, 2016.

DEL DUCA, Adriano. Alegoria da catástrofe: a história da censura ao filme Prata Palomares. O Mosaico, Curitiba, n. 14, p. 185-204, jan/jun 2017.

DIVISÃO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Parecer de D. S. F; R. E. M.; A. P.; Y. L. N. P.; M. A. R. R. sobre o filme Prata Palomares, de 4 de maio de 1978. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 41.

DIVISÃO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Parecer de J.F.C. sobre o filme Prata Palomares, de 11 de outubro de 1979. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 44-45.

DIVISÃO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Parecer de M.G.S.P. sobre o filme Prata Palomares, de 17 de outubro de 1979. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 47.

DIVISÃO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Parecer de J.C.M. sobre o trailer do filme Prata Palomares, de 22 de fevereiro de 1983. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 54.

DIVISÃO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Portaria 026/79, de 6 de novembro de 1979, de José Vieira Madeira, diretor da Divisão de Censura de Diversões Públicas. Revoga a portaria 024/72-SCDP. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 49.

FARIA JR., André. [Carta]. Destinatário: Wilson Queiroz. Rio de Janeiro, 3 de abril de 1979. Carta de André Faria Jr. a Wilson Nunes, diretor da Divisão de Censura de Diversões Públicas, de 3 de abril de 1979. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 43.

FARIA JR., André. [Carta]. Destinatário: Rogério Nunes. Rio de Janeiro, 25 de março de 1978. Carta de André Faria Jr. a Rogério Nunes, diretor da Divisão de Censura de Diversões Públicas, de 25 de março de 1978. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 37.

FARIA JR., André. [Requerimento]. Destinatário: Rogério Nunes. Brasília, 22 de maio de 1972. Carta de André Faria Jr. a Rogério Nunes, diretor do Serviço de Censura de Diversões Públicas, de 22 de maio de 1972 [Requere a devolução da cópia do filme entregue ao SCDP]. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares.

FICO, Carlos. Como eles agiam – os subterrâneos da ditadura militar: espionagem e polícia política. Rio de Janeiro, São Paulo: Record, 2001.

FICO, Carlos. Reinventando o otimismo: ditadura, propaganda e imaginário no Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 1997.

GASPAROTTO, Alessandra. O terror renegado: a retratação pública de integrantes de organizações de resistência à ditadura civil-militar no Brasil (1970-1975). Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2012.

GORENDER, Jacob. Combate nas trevas. São Paulo: Ática, 1998.

INSTITUTO NACIONAL DO CINEMA. Ofício 921/71, de 27 de setembro de 1971, escrito pelo brigadeiro Armando Troia [Comunica ao chefe do Serviço de Censura de Diversões Públicas a avaliação feita sobre o filme Prata Palomares no âmbito do órgão] Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 8-10.

KUSHNIR, Beatriz. Cães de Guarda: jornalistas e censores, do AI-5 à Constituição de 1988. São Paulo: Boitempo, 2004.

LAPERA, Pedro. Entre brechas, cortes e rasuras: relações étnico-raciais e censura cinematográfica durante a ditadura militar. Famecos, Porto Alegre, v. 22, n. 2, p.82-98, abr./maio/ jun. 2015. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/19927. Acesso em: 21 jun. 2019.

MAIA, Maurício. Censura, um processo de ação e reação. In: CARNEIRO, M. L. T. Memórias silenciadas: história da censura no Brasil. São Paulo: EdUSP, Imprensa Oficial do Estado: Fapesp, 2002, p. 469-511.

MAIA, Tatiana do Amaral. Os cardeais da cultura nacional: o Conselho Federal de Cultura na ditadura civil-militar (1967-1975). São Paulo: Itaú Cultural, 2012.

MARCELINO, Douglas Attila. Subversivos e pornográficos: censura de livros e diversões públicas nos anos 1970. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2011.

NUNES, Rogério. [Carta]. Destinatário: André Faria Jr. Brasília, 18 fev. 1977. Carta de Rogério Nunes, diretor da Divisão de Censura de Diversões Públicas, ao diretor André Faria Jr., de 18 de fevereiro de 1977.Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 25.

PRATA Palomares. Direção e roteiro: André Faria Jr., Produção: André Faria Produções Cinematográficas. Com Ítala Nandi, Renato Borghi, Carlos Gregório e Otávio Augusto. Brasil, 1971, colorido, 110 min, son., color, 35 mm.

REIS, Daniel Aarão. A revolução faltou ao encontro – os comunistas no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1990.

RESENDE, Pâmela de Almeida. Os vigilantes da ordem: a cooperação DEOPS-SP e SNI e a suspeição aos movimentos pela anistia (1975-1983). Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2015.

SECRETARIA-GERAL DO MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. Ofício SG/DSI/DDC 123, de 4 de maio de 1972, de Jorge Carvalho e Silva. [Comunica ao chefe da SCDP a avaliação sobre o caso da exibição de Prata Palomares no Festival de Cannes] Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Administração Geral, série Correspondência Oficial, subsérie Informações Sigilosas, caixa 6, documento 57, p. 1-2.

SERVIÇO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Ofício 159/72 – SCDP, de 18 de abril de 1972, do General Nilo Caneppa Silva. [Comunica ao secretário-geral de Relações Exteriores a intenção de retirar do festival de Cannes o filme Prata Palomares] Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 11 e 17.

SERVIÇO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Ofício 197/72, de 15 de maio de 1972, do general Nilo Caneppa Silva. [Comunica a decisão final de retirar o filme Prata Palomares do Festival de Cannes] Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Administração Geral, série Correspondência Oficial, subsérie Informações Sigilosas, caixa 6, documento 57, p. 5-6.

SERVIÇO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Parecer de V. D. N sobre o filme Prata Palomares, de 4 de maio de 1972. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 12.

SERVIÇO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Parecer de T. G. P. sobre o filme Prata Palomares, de 4 de maio de 1972. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 13.

SERVIÇO DE CENSURA DE DIVERSÕES PÚBLICAS. Portaria 024/72, de 8 de maio de 1972, de Rogério Nunes, chefe do Serviço de Censura de Diversões Públicas. Proíbe a exibição de Prata Palomares em todo o território nacional. Arquivo Nacional, Fundo DCDP, Seção Censura Prévia, Série Cinema, Subsérie Filmes, caixa 297, processo referente ao filme Prata Palomares, p. 14.

SIMÕES, Inimá. Roteiro da intolerância: a censura cinematográfica no Brasil. São Paulo: SENAC, 1999.

STEPHANOU, Alexandre Ayub. Censura no regime militar e militarização das artes. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

XAVIER, Ismail. Alegorias do subdesenvolvimento: Cinema Novo, Tropicalismo, Cinema Marginal. São Paulo: Brasiliense, 1993.

Publicado
2021-07-08
Como Citar
Lapera, P. V. A. (2021). A censura a Prata Palomares (1971) e a construção da versão oficial sobre a luta armada. Revista FAMECOS, 28(1), e36043. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2021.1.36043