Políticas públicas e regulação do audiovisual

  • Emiliano Cunha Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: audiovisual, cultura, políticas públicas

Resumo

Políticas públicas e regulação do audiovisual (2012) foi lançado em um ano de transformação para o audiovisual brasileiro. A Lei 12.485 – também conhecida como a Lei da TV Paga – finalmente entra em vigor e a indústria cinematográfica vive os desdobramentos de mais de uma década da criação da Agência Nacional de Cinema, a ANCINE. No âmbito global, o audiovisual procura entender seu espaço com a proliferação de diferentes janelas, meios de produção e consumo. Nesse sentido, o livro agrupa diferentes discussões – atuais e necessárias – para se entender e pensar os rumos da cadeia produtiva do audiovisual no Brasil, com todas as suas dificuldades e desafios frente a um cenário imprevisível e em constante mutação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DOS SANTOS, Rafael; COUTINHO, Angélica (Orgs.). Políticas públicas e regulação do audiovisual. Curitiba: CRV, 2012.

Publicado
2013-05-23
Como Citar
Cunha, E. (2013). Políticas públicas e regulação do audiovisual. Revista FAMECOS, 20(1), 235-241. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2013.1.13638
Seção
Resenha