Revisitando os clássicos: as contribuições de Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber para a sociologia da educação

Palavras-chave: sociologia da educação, clássicos, Karl Marx, Émile Durkheim, Max Weber

Resumo

O presente ensaio consta de uma apresentação introdutória da sociologia clássica sobre o tema da educação que, após o pensamento de Durkheim viria a adquirir status de disciplina autônoma, passando-se a denominar-se sociologia da educação. O objetivo principal consistiu de uma retomada das principais contribuições da sociologia clássica para a disciplina, destacando as principais ideias do pensamento de Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber. Tal estudo partiu de uma revisão da literatura clássica e especializada sobre os autores em perspectiva no sentido de problematizar as principais teses e compreender as possibilidades e limites que elas suscitam às investigações contemporâneas deste campo investigativo. Considerando o amplo repertório temático da plêiade em perspectiva, optamos por apresentar não um quadro sistemático das principais ideias, mas de exercitar o pensamento acerca desta relação tomando como ponto de partida a leitura dos clássicos. Temas como: a divisão do trabalho; relações entre educação e trabalho; ideologia; função social da educação; fato social; coerção social; desencantamento do mundo; racionalização do mundo; burocratização; dentre outros, compõe o corpo desta introdução.   

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Lionel Quiroga, Universidade Estadual de Goiás (UEG), Anápolis, GO.

Doutor em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP, São Paulo, SP, Brasil). Professor da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Anápolis, GO, Brasil.

Beatriz Aparecida Paolucci, Universidade Estadual de Goiás (UEG), Anápolis, GO.

Mestranda em Educação Física da Universidade Federal de Goiás (UEG Goiânia, GO.

Referências

ADORNO, T. W. Educação e Emancipação. In: ADORNO, T. W. Educação e Emancipação. Tradução de Wolfgang Leo Maar. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo e outros ensaios. O que é o contemporâneo. Chapecó, SC. Argos, 2010.

ALIGHIERO MANACORDA, M. Il princípio educativo in Gramsci. Roma: Armando, 1970.

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. A crise na Educação. São Paulo: Perspectiva, 2005.

DURKHEIM, Émile. Educação e Sociologia. São Paulo: Hedra, 2010.

DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. 3ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

CALVINO, Italo. Por que ler os clássicos. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

CARVALHO, Alonso Bezerra. Max Weber: modernidade, ciência e educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 41ª reimpressão. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. 5ª ed. São Paulo: Perspectiva, 1998.

LAHIRE, Bernard. Dossiê Bernard Lahire. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2017.

LAHIRE, Bernard. Entrevista Bernard Lahire. Sociologias. Porto Alegre, v. 17, n. 38, p. 280-302, 2015.

MARX, Karl. Textos sobre Educação e Ensino. 5ª ed. São Paulo: Centauro, 2006.

O ENIGMA DE KASPAR HAUSER. Werner Herzog. Alemanha, 1974.

POPPER, Karl Raimund. A lógica da pesquisa científica. São Paulo: Cultrix, 1975.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2011.

SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: as consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. 14ª ed. Rio de Janeiro: Record, 2009.

WEBER, Max. Essencial Sociologia. Iª ed. Ciência como Vocação. São Paulo: Penguin Classics Companhia das Letras, 2013.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. Rio de Janeiro: LTC Livros Técnicos e Científicos Editora, 1982.

Publicado
2020-01-20
Como Citar
Quiroga, F. L., & Aparecida Paolucci, B. (2020). Revisitando os clássicos: as contribuições de Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber para a sociologia da educação. Educação Por Escrito, 11(1), e34614. https://doi.org/10.15448/2179-8435.2020.1.34614
Seção
Ensaios