Relação entre a consciência sintática e a escrita da frase em estudantes de 1.º e 2.º anos do ensino fundamental

Palavras-chave: Escrita, Alfabetização, Frase, Consciência sintática

Resumo

A aprendizagem da escrita da frase nos anos iniciais é essencial para a posterior produção textual e desempenho acadêmico. Habilidades como a consciência sintática facilitam e auxiliam no processo de aprendizagem da escrita frasal e da leitura. O presente estudo tem como objetivo analisar a relação entre consciência sintática e a escrita da frase de alunos de 1.º e 2.º anos de uma escola da rede pública de ensino, de acordo com as fases da escrita parcialmente alfabética e alfabética consolidada (EHRI, 2005) e sexo. Por meio do software Statistical Package for Social Science (SPSS) foi realizado teste de Mann-whitney para verificar a relação entre as variáveis. A partir dos resultados pode-se observar que quanto melhor o desempenho em consciência sintática, melhor a qualidade da frase dos alunos. Houve diferença significativa no desempenho da consciência sintática entre as fases da escrita; e não houve diferença entre os sexos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Rigatti Scherer, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil; mestre em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, RS, Brasil; professora pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Caroline Secretti Maieron, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Pós-graduanda em saúde da criança pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil. Fonoaudióloga pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

BARBOSA, Vanessa M.; SILVA, Cláudia. Correlação entre habilidade de vocabulário receptivo, consciência sintática e escrita de palavras. Revista CEFAC, São Paulo, v. 22, n. 3, p. 1-10, 2020.

BARRERA, Sylvia D.; MALUF, Maria R. Consciência Metalinguistica e Alfabetização: um estudo com crianças da primeira série do ensino fundamental. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 16, n. 3, p. 491-502, 16 mar. 2003.

BRASIL et al. Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico São Paulo: Fundação Santilha, 2012. Disponível em: http://download.inep.gov.br/acoes_internacionais/pisa/resultados/2014/relatorio_nacional_pisa_2012_resultados_brasileiros.pdf. Acesso em: 22 nov. 2019.

BUBLITZ, Grasiela K. A consciência sintática de crianças que ingressaram aos 6 anos no Ensino Fundamental. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 45, n. 3, p. 92-97, jul./set. 2010.

CAPOVILLA, Alessandra G. S.; CAPOVILLA, Fernando C.; SOARES, Joceli V. T. Consciência sintática no ensino fundamental: correlações com consciência fonológica, vocabulário, leitura e escrita. Psico-USF, São Francisco, v. 9, n. 1, p. 39-47, jan./jun. 2004.

CORREA, Jane. A avaliação da consciência sintática na criança: uma análise metodológica. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Rio de Janeiro, v. 20, n. 1, p. 69-75, jan./abr. 2004.

CUNHA, Ana P. N.; MIRANDA, Ana R. M. A hipo e a hipersegmentação nos dados da aquisição de escrita: a influência da prosódia. Alfa, São Paulo, v. 53, n. 1, p. 127-148, nov. 2009.

EHRI, Linnea. Development of sight word reading: phases and findings. In: SNOWLING, Margaret J.; HULME, Charles (ed.). The science of reading, a handbook. Malden: Blackwell, 2005. p. 135-154.

FERREIRO, Emília; TEBEROSKY, Ana. A Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986.

GOMBERT, Jean E. Atividades Metalinguísticas e aprendizado da leitura. In: MALUF, Maria R. Metalinguagem e aquisição da escrita: contribuições da pesquisa para a prática da alfabetização. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003. p. 19-64.

GOMBERT, Jean E. Metalinguistic development. Chicago: The University of Chicago Press, 1992.

GUARESI, Ronei. Repercussões de descobertas neurocientíficas ao ensino da escrita. Revista FAEBBA: Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 23, n. 41, p. 51-62, jan./jun. 2014.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA): Documento Básico. Brasília: INEP, 2013. Disponível em: https://download.inep.gov.br/educacao_basica/saeb/2013/livreto_ANA_online.pdf. Acesso em: 28 jul. 2021.

MALUF, Maria R.; ZANELLA, Maura S.; PAGNEZ, Karina S. M. M. Habilidades metalinguísticas e linguagem escrita nas pesquisas brasileiras. Boletim de Psicologia, São Paulo, v. 56, n. 124, p. 67-92, jan./jun. 2006.

PEREIRA, Vera W.; SCLIAR-CABRAL, Leonor. Compreensão de textos e consciência textual. Florianópolis: Insular, 2012.

REGO, Lúcia L. B. O papel da consciência sintática na aquisição da língua escrita. Temas em psicologia, Ribeirão Preto, v. 1, n. 1, p. 79-86, abr. 1993.

SCHERER, Ana P. R.; PEREIRA, Vera W. A escrita da frase na alfabetização: o papel da consciência sintática. Signo, Santa Cruz do Sul, v. 38, ed. esp., p. 44-60, jul./dez. 2013.

SCHERER, Ana P. R.; WOLFF, Clarice L.; NORTE, Julia S. S. A escrita da palavra e sua relação com a escrita inicial na frase. ReVEL, Porto Alegre, v. 17, n. 33, p. 85-103, 2019.

SILVA, Ademar. Alfabetização: a escrita espontânea. 2. ed. São Paulo: Contexto, 1994.

SIM-SIM, Inês. Desenvolvimento da Linguagem. Lisboa: Universidade Aberta, 1998.

TEBEROSKY, Ana. Aprendendo a escrever: Perspectivas psicológicas e implicações educacionais. São Paulo: Ática, 2003.

VIEIRA, Gastão. Alfabetização Infantil: Os novos caminhos. 3. ed. Brasília: Câmara dos Deputados, 2003. Disponível em: http://alfabetizacao.mec.gov.br/images/pdf/alfabetizacao_infanti_novos_caminhos_gastao_vieira.pdf. Acesso em: 14 nov. 2019.

Publicado
2021-08-10
Como Citar
Scherer, A. P. R., & Maieron, C. S. (2021). Relação entre a consciência sintática e a escrita da frase em estudantes de 1.º e 2.º anos do ensino fundamental. Letrônica, 14(2), e38548. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2021.2.38548