O processo de leitura de questões de espanhol do Enem

Evidências de rastreamento ocular

Palavras-chave: Enem, Rastreamento Ocular, Espanhol, Leitura, Psicolinguística do bilinguismo

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de um estudo de rastreamento ocular sobre o processo de leitura de alunos do ensino médio na realização de provas de espanhol do Enem-2017. O objetivo foi identificar estratégias de leitura e dificuldades na realização da prova por dois grupos de participantes: um com mais (GA) e outro com menos (GB) tempo de estudo dessa língua. Foram analisados os registros dos movimentos oculares, a acurácia e o tempo de realização da tarefa. Dados do rastreamento mostraram que, nos dois grupos, a rota preferida de leitura é do texto às alternativas e que extensão e grau de complexidade textual parecem afetar o número e a duração das fixações. Os dois grupos diferiram de forma significativa quanto ao total de acertos nas questões, com melhor resultado obtido pelo GA. Portanto, o tempo de estudo da língua parece afetar o desempenho dos participantes no que diz respeito à compreensão textual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana da Silva Miranda, Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC-RJ), Petrópolis, RJ, Brasil

Mestre em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), no Rio de Janeiro, RJ, Brasil; professora de espanhol e de língua portuguesa da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC–RJ) e do Colégio Bom Jesus Canarinhos.

Erica dos Santos Rodrigues, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), no Rio de Janeiro, RJ, Brasil; professora da mesma instituição.

 

Elena Ortiz Preuss, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, GO, Brasil.

Doutora em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil; professora da Universidade Federal de Goiás, GO, Brasil.

 

 

Referências

BAX, S. The cognitive processing of candidates during reading testes: Evidence from eye tracking. Language Testing, London, v. 30, n. 4, p. 441-465, 2013. https://doi.org/10.1177/0265532212473244

DIJKSTRA, T. The multilingual lexicon. In: GASKELL, M. G. (ed.). Oxford Handbook of Psycholinguistics. Oxford: Oxford University Press, 2007. p. 251-265. https://doi.org/10.1093/oxfordhb/9780198568971.013.0015

FONTES, A. B. A. L. Acesso lexical bilíngue em tarefas de compreensão leitora. In: ORTIZ-PREUSS, E.; FINGER, I. Um conceito e duas línguas: a dinâmica do processamento bilíngue. Campinas: Pontes, 2018. p. 59-81.

GOMPEL, R. P. G.; PICKERING, M. J. Syntactic parsing. In: GASKELL, M. G. (ed.). The Oxford Handbook of Psycholinguistics. Oxford: Oxford University Press, 2007. p. 289-307.

GRABE, W. Reading in a second language: moving from theory to practice. New York: Cambridge University Press, 2009. https://doi.org/10.1017/CBO9781139150484

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Matriz de Referência ENEM. Brasília: INEP, 2012. Disponível em http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/downloads/2012/matriz_referencia_enem.pdf. Acesso em: 25 nov. 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Matriz de Avaliação de Leitura PISA. Brasília: INEP, 2013. Disponível em: http:// download. inep.gov.br/acoes_internacionais/pisa/marcos_referenciais/2013/matriz_avaliacao_leitura.pdf. Acesso em: 25 nov. 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Microdados. Brasília: INEP, 2020a. Disponível em: http://inep.gov.br/microda dos. Acesso em: 28 jun. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Histórico. Brasília: INEP, 2020b. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/enem/ historico. Acesso em: 16 mar. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Provas e gabaritos. Brasília: INEP, 2020c. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/provas-e-gabaritos. Acesso em: 28 jun. 2020.

KLEIMAN, A. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. 15. ed. Campinas: Pontes, 2013.

LAURO, J. G.; SCHWARTZ, A. I. Bilingual non-selective lexical access in sentence contexts: A meta-analytic review. Journal of Memory and Language, New York, v. 92, p. 217-233, 2017. https://doi.org/10.1016/j.jml.2016.06.010

LINDNER, M. A. et al. Tracking the Decision Making Process in Multiple-Choice Assessment: Evidence from Eye Movements. Applied Cognitive Psychology, Chichester, v. 28, n. 5, p. 738-752, 2014.

MARIAN, V.; BLUMENFELD, H. K.; KAUSHANSKAYA, M. Questionário de Experiência Linguística e Proficiência – QELP. 2015. Disponível em: https://bilingualism.northwestern.edu/leapq/. Acesso em: 28 jun. 2020. https://doi.org/10.1044/1092-4388(2007/067)

MARIAN, V.; BLUMENFELD, H. K.; KAUSHANSKAYA, M. The Language Experience And Proficiency Questionnaire (LEAP-Q): Assessing language profiles in bilinguals and multilinguals. Journal of Speech, Language, and Hearing Research, Rockville, v. 50, n. 4, p. 940-967, 2007.

MIRANDA, M. S. Provas de espanhol do ENEM: uma avaliação psicolinguística. 2019. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) – Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, Departamento de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.

PERFETTI, C. A. Comprehending written language: a blueprint of the reader. In: BROWN, C. M.; HAGOORT, P. (ed.). The neurocognition of language. Oxford: Oxford University Press, 1999. p. 167-208. https://doi.org/10.1093/acprof:oso/9780198507932.003.0006

PERFETTI, C. A. Reading Skills. In: SMELSER, N. J.; BALTES P. B. (ed.). International encyclopedia of the social &behavioral sciences. Oxford: Pergamon, 2001. p. 12800-12805. https://doi.org/10.1016/B0-08-043076-7/01559-X

SCHOLL, A. P.; FINGER, I. Elaboração de um questionário de histórico da linguagem para pesquisas com bilíngues. Nonada, Porto Alegre, v. 2, n. 21, p. 1-17, 2013.

SNOW, C. Reading for Understanding: Toward an R&D Program in Reading Comprehension. Santa Monica: RAND Corporation, 2002.

TSAI, M. J. et al. Visual attention for solving multiple-choice science problem: An eye tracking analysis. Computers & Education, New York, v. 51, n. 1, p. 375-385, 2011. https://doi.org/10.1016/j.compedu.2011.07.012

VAN ASSCHE, E., et al. The influence of semantic constraints on bilingual word recognition during sentence reading. Journal of Memory and Language, New York, v. 64, n. 1, p. 88-107, 2011. https://doi.org/10.1016/j.jml.2010.08.006

WEIR, C. et al. The cognitive processes underlying the academic reading constructo as measured by IELTS. IELTS Research Reports, London, v. 9, p. 157-189, 2009.

Publicado
2020-10-08
Como Citar
Miranda, M. da S., Rodrigues, E. dos S., & Preuss, E. O. (2020). O processo de leitura de questões de espanhol do Enem: Evidências de rastreamento ocular. Letrônica, 13(4), e37530. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2020.4.37530