Notas para a compreensão do Bolsonarismo

Palavras-chave: Direitas. Autoritarismo. Governo Bolsonaro.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo, num primeiro momento, oferecer uma análise do fenômeno do bolsonarismo - conjunto de propostas e valores associados à ascensão política de Jair Bolsonaro ao governo da República. Num segundo momento, haverá uma discussão preliminar sobre o caráter do governo bolsonaro e das alianças que o apoiam e o sustentam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AARÃO REIS, Daniel. Ascensão e caráter do bolsonarismo. Novembro, 2019.

AARÃO REIS, Daniel. As armadilhas da memória e a reconstrução democrática. In: ABRANCHES, Sergio et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019a. p. 274-286.

AARÃO REIS, Daniel. Aproximações, contrastes e contradições entre paradigmas de mudança social: os cinquenta anos de 1968. In: AARÃO REIS, Daniel et al. 1968, reflexos e reflexões. São Paulo: Edições SESC, 2018. p.15-30. https://doi.org/10.29146/eco-pos.v21i1.18479.

AARÃO REIS, Daniel; RIDENTI, M.; MOTTA, Rodrigo Patto Sá (org.). A ditadura que mudou o Brasil. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2014. https://doi.org/10.22228/rt-f.v8i2.442.

ALONSO, Angela. A comunidade moral bolsonarista. In: ABRANCHES, Sérgio et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. p. 52-70.

ASH, Timothy Garton. Os fatos são subversivos. Escritos políticos de uma década sem nome. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

ABRANCHES, Sergio et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

BAPTISTA, Saulo. Pentecostais e Neopentecostais na política brasileira: um estudo sobre a cultura política, estado e atores coletivos religiosos no Brasil. São Paulo: Annablume, 2009. https://doi.org/10.5752/1219

CORDEIRO, Janaína Martins. A ditadura em tempos de milagre: comemorações, orgulho e consentimento. Rio de Janeiro: FGV, 2015.

COWAN, Benjamin Arthur. “Nosso terreno”: crise moral, política evangélica e a formação da “Nova Direita” brasileira. Vária História, Belo Horizonte, v. 30, n.52, p. 101-125, jan./abr. 2014. https://doi.org/10.1590/s0104-87752014000100006.

CUNHA, Magali do Nascimento. A explosão gospel: um olhar das ciências humanas sobre o cenário evangélico no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad, 2007. https://doi.org/10.11606/t.27.2004.tde-29062007-153429.

FELICE, Renzo de. Interpretations of fascism. Cambridge: Harvard University Press, 1977.

FERREIRA, Gustavo Alves Alonso. Cowboys do asfalto. Rio de Janeiro: Record, 2015.

FRASER, Nancy. Mapeando a imaginação feminista: da redistribuição ao reconhecimento e à representação. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 15, n. 2, maio/ago., p. 291-307, 2007. https://doi.org/10.1590/s0104-026x2007000200002.

FROMM, Erich. Escape from freedom. Nova York: Holt, Rinehart and Winston, 1941.

GENTILE, Emilio. La vía italiana al totalitarismo. Partido y Estado en el régimen fascista. Buenos Aires: Siglo Veinteuno Editores, 2005.

GINSBURG, Tom; HUQ, Aziz Z. How to lose a constitutional democracy? UCLA Law Review, [S. l.], v. 65, n. 1, p. 78-169, 2018.

GOMES, Paulo César. Liberdade vigiada: as relações entre a ditadura militar brasileira e o governo francês: do golpe à anistia. Rio de Janeiro: Record, 2019. v. 1. 560 p.

GRINBERG, Lucia. Partido político ou bode expiatório: um estudo sobre a Aliança Renovadora Nacional/ARENA, 1965-1979. Rio de Janeiro: Mauad/FAPERJ, 2009. https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i17.19906.

LANDAU, David. Abusive Constitutionalism. University of California at Davis Law Review, [S. l.], v. 47, p. 189-260, 2013.

LEVITSKY, Steven; ZIBLATT, Daniel. Como as democracias morrem. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

LINZ, Juan J. Totalitarian and Authoritarian Regimes. Boulder: Lynne Rienner, 2000.

LINZ, Juan; ALFRED, Stepan (ed.). The breakdown of democratic regimes: Europe. Baltimore: Hopkins University Press, 1978.

MAGALHÃES, Lívia Gonçalves. Com a taça nas mãos: sociedade, copa do mundo e ditadura no Brasil e na Argentina. Rio de Janeiro: Lamparina/Faperj, 2014.

MAIA, Tatyana de Amaral. Cardeais da cultura nacional: o Conselho Federal de Cultura na ditadura civil-militar (1967-1975). 1. ed. São Paulo: Instituto Itaú Cultural; Iluminuras, 2012. v. 1. 236 p.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. As Universidades e o Regime Militar: cultura política brasileira e modernização autoritária, Rio de Janeiro: J. Zahar. No prelo, 2014a.

PAXTON, Robert O. A anatomia do fascismo. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

PINTO, Antonio Costa. O corporativismo nas ditaduras da época do fascismo. Vária História, Belo Horizonte, n. 52, v. 30, p. 17-49, jan./abr. 2014. https://doi.org/10.1590/s010487752014000100002.

ROLLEMBERG, Denise. Memória, opinião e cultura política: a Ordem dos Advogados do Brasil sob a ditadura, 1964-1974. In: AARÃO REIS, Daniel; ROLLAND, Denis (org.). Modernidades Alternativas. Rio de Janeiro: FGV, 2008. p. 57-96.

ROLLEMBERG, Denise. A Associação Brasileira de Imprensa/ABI e a ditadura, 1964/1974. In: ROLLEMBERG, Denise; QUADRAT, Samantha Viz (org.). A construção social dos regimes autoritários: legitimidade, consenso e consentimento no século XX, v. 2, Brasil e América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010. p. 97-144.

ROLLEMBERG, Denise; QUADRAT, Samantha Viz (org.). A construção social dos regimes autoritários: legitimidade, consenso e consentimento no século XX, 3 volumes. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010a.

RUNCIMAN, David. Como a democracia chega ao fim. São Paulo: Todavia, 2018.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Sobre o autoritarismo brasileiro. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

SOLANO, Esther. A bolsonarização do Brasil. In: ABRANCHES, Sergio et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. p. 307-321.

STARLING, Heloisa Murgel. O passado que não passou. In: ABRANCHES, Sergio et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil de hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. p. 337-354.

STERNHELL, Zeev; SZNADER, Mario; ASHERI, Maia. The origins of fascist ideology. Princeton: Princeton University Press, 1994. https://doi.org/10.1017/s0034670500019835.

STRAUSS, David. Law and the slow-motion emergency. In: SUNSTEIN, Cass R. (ed.). Can it happen here? New York: Harper Collins, 2018. p. 365-386.

TORNEY, Simon. Populismo: uma breve introdução. São Paulo: Cultrix, 2019.

PRZEWORSKI, Adam. Crises of democracy. Cambridge: Cambridge University Press, 2019.

ZIZEK, Slavoj. A coragem da desesperança. Rio de Janeiro: Zahar, 2017.

Publicado
2020-04-28
Como Citar
Reis, D. A. (2020). Notas para a compreensão do Bolsonarismo. Estudos Ibero-Americanos, 46(1), e36709. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2020.1.36709