Desenvolvimento da compreensão de leitura: o papel decisivo da instrução focada nas diferenças individuais

Palavras-chave: Modelos de compreensão de leitura. Desenvolvimento da compreensão de leitura. Instrução. Desenvolvimento infantil. Psicologia cognitiva.

Resumo

Os modelos de compreensão proficiente não explicavam o desenvolvimento da habilidade. O modelo de desenvolvimento de compreensão de leitura de Connor (CONNOR, 2016a), com base em consistentes achados empíricos, reúne elementos de modelos prévios e, no marco do paradigma bioecológico de desenvolvimento infantil, inclui os aspectos sociais da cognição e o fator instrucional. Neste trabalho teórico objetivamos detalhar o modelo de rede (lattice model) e os estudos empíricos que o embasaram para: (1) destacar o avanço teórico que ele representa no entendimento da habilidade, o que é feito por meio de um histórico dos modelos de compreensão de leitura; e (2) enfatizar a clara implicação educacional: a instrução é chave para o desenvolvimento da habilidade, e será efetiva na medida em que for compatível com as habilidades linguísticas e sociocognitivas aportadas pelo aprendiz, isto é, com as diferenças individuais, o que supõe algum grau de individualização do ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helena Vellinho Corso, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS

Doutora em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Porto Alegre (RS), Brasil. Psicopedagoga, Mestra em Psicologia da Educação e professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Évelin Assis, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS

Mestra em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil. Pedagoga e colaboradora na pesquisa “Intervenção em compreensão leitora na escola pública – como garantir a aprendizagem da habilidade de ler com compreensão e prevenir dificuldades nesta área”, coordenada pela professora Dra. Helena Vellinho Corso.

Débora Mayer Nunes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS

Graduanda de Pedagogia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre (RS), Brasil. Graduanda em Psicologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil. Bolsista de Iniciação Científica ligada à pesquisa
“Intervenção em compreensão leitora na escola pública – como garantir a aprendizagem da habilidade de ler com compreensão e prevenir dificuldades nesta área”, coordenada pela professora Dra. Helena Vellinho Corso.

Jerusa Fumagalli de Salles, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS

Doutora e Mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Porto Alegre (RS), Brasil. Fonoaudióloga pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Santa Maria (RS), Brasil. Professora Associada do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre (RS), Brasil.

Referências

BASSO, Fabiane et al. AFLET: avaliação da fluência de leitura textual. São Paulo: Vetor, 2018. (Coleção Anele, 5). BRONFENBRENNER, Urie (ed.). Making human beings human: bioecological perspectives on human development. Thousand Oaks: Sage, 2005.

CAPELLINI, Simone Aparecida; OLIVEIRA, Adriane Marques de; CUETOS, Fernando. PROLEC: provas de avaliação dos processos de leitura. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

CONNOR, Carol McDonald. A lattice model of the development of reading comprehension. Child Developmental Perspectives, [s. l.], v. 10, n. 4, p. 269-274, Dec. 2016a. https://doi.org/10.1111/cdep.12200

CONNOR, Carol McDonald. Using assessment to personalize instruction: preventing reading problems. Irvine: University of California, 2016b. Disponível em: http://itr.umn.edu/wp-content/uploads/2015/09/C.Connor.pdf. Acesso em: 04 set. 2018.

CONNOR, Carol McDonald et al. A longitudinal clusterrandomized controlled study on the accumulating effects of individualized literacy instruction on students’ reading from first through third grade. Psychological Science, Victoria, v. 24, n. 8, p. 1408-1419, Aug. 2013. https://doi.org/10.1177/0956797612472204

CONNOR, Carol McDonald et al. Capturing the complexity: content, type, and amount of instruction and quality of the classroom learning environment synergistically predict third graders’ vocabulary and reading comprehension outcomes. Journal of Educational Psychology, Washington, v. 106, n. 3, p. 762-778, Aug. 2014a. https://doi.org/10.1037/a0035921

CONNOR, Carol McDonald et al. Comprehensive tools for teachers: reading for understanding from prekindergarten through fourth grade. Educational Psychology Review, Rotterdam, v. 26, n. 3, p. 379-401, 2014b. https://doi.org/10.1007/s10648-014-9267-1

CONNOR, Carol McDonald et al. First grader’s literacy and self-regulation gains: the effect of individualizing student instruction. Journal of School Psychology, [s. l.], v. 48, n. 5, p. 433-455, Oct. 2010. https://doi.org/10.1016/j.jsp.2010.06.003

CORSO, Helena Vellinho; SALLES, Jerusa Fumagalli de. Reabilitação neuropsicológica das dificuldades específicas em compreensão leitora. In: FONTOURA, Denise Ren da et al. (org.). Teoria e prática na reabilitação neuropsicológica. São Paulo: Vetor, 2017. p. 219-240.

CORSO, Helena Vellinho; SPERB, Tânia Mara; SALLES, Jerusa Fumagalli de. Compreensão leitora: modelos de processamento e relações com outras habilidades cognitivas. In: ROAZZI, Antônio; JUSTI, Francis Ricardo dos Reis; SALLES, Jerusa Fumagalli (org.). A aprendizagem da leitura e da escrita: contribuições de pesquisas. São Paulo: Vetor, 2013. p. 83-108.

CORSO, Helena Vellinho et al. COMTEXT: Avaliação da compreensão da leitura textual. São Paulo: Vetor, 2017. (Coleção Anele, 2).

CORSO, Helena Vellinho et al. Modeling the relationship among reading comprehension, intelligence, socioeconomic status, and neuropsychological functions: the mediating role of executive functions. Psychology & Neuroscience, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 32-45, 2016. https://doi.org/10.1037/pne0000036

CORSO, Helena Vellinho et al. Normas de desempenho em compreensão de leitura textual para crianças de 1º ano a 6ª série. Psico, Porto Alegre, v. 46, n. 1, p. 68-78, jan./mar. 2015. https://doi.org/10.15448/1980-8623.2015.1.16900

CUTTING, Laurie E. et al. Effects of fluency, oral language, and executive function on reading comprehension performance. Annals of Dyslexia, New York, v. 59, n. q, p. 34-54, June 2009. https://doi.org/10.1007/s11881-009-0022-0

FLETCHER, Jack. M. et al. Transtornos de aprendizagem: da identificação à intervenção. Porto Alegre: Artmed, 2009.

HOOVER, Wesley A.; GOUGH, Philip B. The simple view of reading. Reading and Writing, [s. l.], v. 2, n. 2, p. 127-160, June 1990. https://doi.org/10.1007/BF00401799

INEP. Relatório SAEB (ANEB e ANRESC) 2005-2015: panorama da década. Brasília: INEP, 2018.

JOHNSTON, Amber M.; BARNES, Marcia A.; DESROCHERS, Alain. Reading comprehension: developmental processes, individual differences and interventions. Canadian Psychology, Ottawa, v. 49, n. 2, p. 125-132, 2008. https://doi.org/10.1037/0708-5591.49.2.125

KINTSCH, Walter. Comprehension: a paradigm for cognition. New York: Cambridge University Press, 1998.

KINTSCH, Walter. The role of knowledge in discourse comprehension: a construction-integration model. Psychological Review, Washington, v. 95, n. 2, p. 163-182, 1988. https://doi.org/10.1037/0033-295X.95.2.163

KINTSCH, Walter; RAWSON, Katherine A. Comprehension. In: SNOWLING, Margaret J.; HULME, Charles (ed.). The science of reading: a handbook. Oxford: Blackwell, 2005. p. 209-226.

KINTSCH, Walter; VAN DIJK, Teun A. Toward a model of text comprehension and production. Psychological Review, Washington, v. 85, n. 5, p. 363-394, 1978. https://doi.org/10.1037/0033-295X.85.5.363

OCDE. PISA 2015 assessment and analytical framework: science, reading, mathematic and financial literacy. Paris: OCDE, 2016. https://doi.org/10.1787/9789264255425-en

PERFETTI, Charles; STAFURA, Joe. Word knowledge in a theory of reading comprehension. Scientific Studies of Reading, New Jersey, v. 18, n. 1, p. 22-37, 2014. https://doi.org/10.1080/10888438.2013.827687

SARAIVA, Rosália Alvin; MOOJEN, Sônia; MUNARSKI, Roberta. Avaliação da compreensão leitora de textos expositivos para fonoaudiólogos e psicopedagogos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.

SENCIBAUGH, Joseph M. Meta-analysis of reading comprehension interventions for students with learning disabilities: strategies and implications. Reading Improvement, Mobile, v. 44, n 1, p. 6-22, Sept. 2007.

SNOWLING, Margaret J.; HULME, Charles. Interventions for children’s language and literacy difficulties. International Journal of Language & Communication Disorders, [s. l.], v. 47, n. 1, p. 27-34, Jan. 2012. https://doi.org/10.1111/j.1460-6984.2011.00081.x

SOLIS, Michael et al. Reading comprehension interventions for middle school students with learning disabilities: a synthesis of 30 years of research. Journal of Learning Disabilities, Chicago, v. 45, n. 4, p. 327-340, July/Aug. 2012. https://doi.org/10.1177/0022219411402691

SUGGATE, Sebastian P. A meta-analysis of the long-term effects of phonemic awareness, phonics, fluency and reading comprehension interventions. Journal of Learning Disabilities, Chicago, v. 49, n. 1, p. 77-96, Jan./Feb. 2016. https://doi.org/10.1177/0022219414528540

TUNMER, William. Como a Ciência cognitiva forneceu as bases teóricas para a resolução do “grande debate” sobre métodos de leitura em ortografias alfabéticas. In: MALUF, Maria Regina; CARDOSO-MARTINS, Cláudia (org.). Alfabetização no século XXI: como se aprende a ler e a escrever. Porto Alegre: Penso, 2013. p. 124-137.

WORLD BANK OFFICE OF HUMAN DEVELOPMENT; RTI INTERNATIONAL. Early grade reading assessment toolkit. [S. l.]: World Bank, 2009. Disponível em: https://www.globalreadingnetwork.net/sites/default/files/eddata/EGRA_Toolkit_9Apr09_eon%26agCLEANED.pdf. Acesso em: 02 out. 2018.

Publicado
2019-11-06
Como Citar
Corso, H. V., Assis, Évelin, Nunes, D. M., & de Salles, J. F. (2019). Desenvolvimento da compreensão de leitura: o papel decisivo da instrução focada nas diferenças individuais. Letras De Hoje, 54(2), 211-220. https://doi.org/10.15448/1984-7726.2019.2.32445
Seção
Processamento da decodificação e da compreensão da leitura: