A graduação e os desafios da formação do educador do século XXI

  • Solange Medina Ketzer

Resumo

O artigo propõe uma reflexão sobre a Graduação e os desafios da formação do educador do século XXI. Para desenvolvê-la, contextualiza uma série de questões próprias do cenário contemporâneo, como a presença da informática revolucionando as atividades humanas; a democratização dos espaços sociais; a exigência de novas competências para o mundo do trabalho; a valorização de uma nova postura ética nas relações laborais; a aceitação do erro como elemento sistêmico e a necessidade de saber cultivar relações interpessoais. Tal cenário demanda um novo perfil profissional, com contornos diferentes da formação exigida no passado. Incluem-se, nesta perspectiva, a necessidade de conhecer tecnicamente a área específica de atuação; uma base cultural, científica e humanística ampla; o trabalho em equipe; o enfrentamento em relação aos desafios próprios da infoera, que exige a máxima mutabilidade por conta dos avanços contínuos dos novos saberes e a velocidade como são processados e comunicados pela infovia; o saber lidar com as incertezas, redundando na consciência da educação continuada para reduzir os riscos de desatualização. Comosugestão para enfrentar tamanhos desafios, sugere-se o exercício da imaginação criativa, o que pode ser efetivado na aproximação com a arte, por capacidade inerente e estatutária de ver o mundo por diversos olhares, por diversos matizes e, portanto, favorecendo o movimento da inovação. Descritores – Formação de professores; imaginação criativa; inovação de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Ketzer, S. M. (2007). A graduação e os desafios da formação do educador do século XXI. Educação, 30(4). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/faced/article/view/3545
Seção
Outros Temas