Desafios da docência universitária: um olhar de professores formadores

Palavras-chave: docência universitária, professor formador, carreira docente. universidade.

Resumo

A pesquisa tem como objetivo identificar os desafios da carreira docente universitária apontados por professores formadores. A abordagem é qualitativa e os dados foram coletados por meio de questionário com trinta e seis (36) professores que lecionam em cursos de licenciatura de uma universidade estadual do Paraná. Contou-se com a análise textual discursiva e os resultados apontam que os principais desafios enfrentados pelos formadores estão relacionados à preparação dos alunos para a graduação; condições profissionais e políticas públicas. A pesquisa também evidenciou que há muitas contradições no que tange ao papel que se almeja das instituições de ensino superior e o que realmente desempenham.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thamiris Christine Mendes Berger, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Ponta Grossa, PR

Doutora e Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG, Ponta Grossa, PR, Brasil). Bacharel em Psicologia (IESSA) e Licenciada em Pedagogia (UEPG), Ponta Grossa, PR, Brasil.

Ana Lucia Pereira, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Ponta Grossa, PR

Doutora e Mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina (UEL, Londrina, PR, Brasil), Professora da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em Ponta Grossa, PR, Brasil.

Cristina Costa, Durham University, Durham, England

Doutora em Educação pela Universidade de Salford (NCUK, Manchester, Inglaterra, Reino Unido), professora da Universidade de Durham (Durham, Inglaterra, Reino Unido).

Referências

Bogdan, R., & Biklen, S. (1994). Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Editora.

Cardoso, M. E. (2011). Identidade(s) docente(s): aproximações teóricas. In D. A., Oliveira, M. E. Pini, & M. Feldfeber. (Orgs.). Políticas educacionais e trabalho docente: perspectiva comparada. (pp. 187-212). Belo Horizonte: Fino Traço.

Chauí, M. de S. (2001). Escritos sobre a universidade. São Paulo: UNESP. https://doi.org/10.7476/9788539303045

Cunha, A. C. (2015). Ser professor: bases de uma sistematização teórica. Chapeco: Argos.

Cunha, M. I. da. (2012). A indissociabilidade do ensino com a pesquisa e a extensão como referente da qualidade na universidade brasileira: um discurso em tensão. In M. I. da Cunha (Org.). Qualidade da graduação: a relação entre ensino, pesquisa e extensão e o desenvolvimento profissional docente (pp. 17-38). Araraquara: Junqueira & Marin.

Hey, A. P. (2008). Fronteira viva: o campo acadêmico e o campo político no Brasil. In M. L. N. de Azevedo (Org.). Políticas públicas e educação: debates contemporâneos (pp. 217-230). Maringá, PR: EDUEM.

Imbernón, F. (2011). Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9. ed. v. 14. São Paulo: Cortez.

Krasilchik, M. (2009). Docência no ensino superior: tensões e mudanças. In S. G. Pimenta & M. I. de Almeida (Orgs.). Pedagogia universitária (pp 147-164). São Paulo: EdUSP.

Masetto, M. T. (2003). Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus.

Mendes, T. C., & Baccon, A. L. P. (2015). Tornar-se e ser professor: os desafios da docência. Revista Hipótese, Itapetininga, 1(4), 161-180.

Mendes, T. C., Clock, L. M., & Baccon, A. L. P. (2016). Aspectos positivos e negativos da profissão docente: entre a satisfação e o desejo do professor. Com a Palavra o Professor, Vitória da Conquista (BA), 1(1), 73- 92. https://doi.org/10.23864/cpp-v1-n1-33

Moraes, R. C. C. de. (1998). Universidade hoje - Ensino, pesquisa, extensão. Educação e Sociedade, Campinas, 19(63), 19-37. https://doi.org/10.1590/S0101-73301998000200003

Moraes, R. & Galiazzi, M. do C. (2011). Análise textual discursiva. (2. ed.) Ijuí: Unijuí.

Nóvoa, A. (1995). Formação de professores e profissão docente. In Os professores e sua formação. (2. ed., pp. 13-33). Lisboa: Dom Quixote.

Pimenta, S. G. & Anastasiou, L. das G. C. (2014). Docência no ensino Superior. (5. ed.). São Paulo: Cortez.

Severino, A. J. (2002). Educação e universidade: conhecimento e construção da cidadania. Interface, Comunicação, Saúde, Educação, 6(10), 117-24. https://doi.org/10.1590/S1414-32832002000100015

Soares, S. R. & Cunha, M. I. da. (2010). Formação do professor: a docência universitária em busca de legitimidade. Salvador: EDUFBA. https://doi.org/10.7476/9788523211981

Publicado
2020-05-25
Como Citar
Berger, T. C. M., Pereira, A. L., & Costa, C. (2020). Desafios da docência universitária: um olhar de professores formadores. Educação, 43(1), e30401. https://doi.org/10.15448/1981-2582.2020.1.30401
Seção
Outros Temas