Quando menos é mais

Olhares, discursos e práticas acerca da “vida simples”

Palavras-chave: Estudos do consumo, Movimentos anticonsumo, Estilo de vida simples, Vida minimalista, Simplicidade Voluntária

Resumo

Este artigo apresenta dados e análises de uma pesquisa etnográfica que teve como objetivo o mapeamento dos diferentes olhares e práticas promovidas por adeptos a estilos de vida que têm como proposta a redução do consumo de bens materiais. A hipótese de que a preocupação com as questões ambientais seria uma das motivações centrais para redução do consumo de bens materiais foi desconstruída no decorrer do estudo, sendo percebida como periférica nos debates dos grupos observados e nas falas dos entrevistados. O que se pode verificar é que uma das principais motivações que levam à adesão a estilos de vida com maior simplicidade é a busca por autonomia para desenvolver novos projetos de vida com maior bem-estar e felicidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luara Fernandez de Cándido, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil

Mestre e bacharel em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

Castells, Manuel. 2013. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Rio de Janeiro: Zahar.

Elgin, Duane. 2012. Simplicidade voluntária: em busca de um estilo de vida exteriormente simples, mas interiormente rico. São Paulo: Cultrix.

Foucault, Michel. 1978. A história da loucura. São Paulo: Editora Perspectiva.

Latour, Bruno. 2012. Reagregando o social. Bauru: Edusc.

Ortner, Sherry. 2007. Poder e projetos: reflexões sobre a agência. In Conferências e diálogos: saberes e práticas antropológicas, organizado por Míriam Grossi, Cornélia Eckert e Peter Fry , 45-80. Blumenau: Nova Letra.

Sennett, Richard. 2006. A cultura do novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record.

Velho, Gilberto. 2003. Projeto e metamorfose: antropologia das sociedades complexas, 3a ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Publicado
2020-12-31
Como Citar
Cándido, L. F. de. (2020). Quando menos é mais: Olhares, discursos e práticas acerca da “vida simples”. Conversas & Controvérsias, 7(2), e39462. https://doi.org/10.15448/2178-5694.2020.2.39462
Seção
Dossiê - Instituições e práticas econômicas em foco: contribuições das Ciências