As relações de afeto vinculadas à aprendizagem

  • Taís Veleda Costa
Palavras-chave: Afetividade, Aprendizagem, Educação

Resumo

O presente artigo tem por finalidade refletir sobre a influência das relações de afeto no processo de aprendizagem dos estudantes no ambiente escolar. A partir de pesquisa bibliográfica, buscou-se identificar as interfaces da pedagogia na perspectiva da afetividade e suas contribuições para a construção do conhecimento e para a educação de valores e das relações em geral que permeiam os espaços escolares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taís Veleda Costa

Pedagoga e Orientadora Educacional, dediquei parte de minha trajetória a estudos e atuação na área da Pedagogia Waldorf. Atualmente atuo na área da Orientação Educacional, atendendo as etapas de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, do colégio Marista Ipanema

Referências

ANTUNES, Celso. A afetividade na escola: educando com firmeza. Londrina: Maxiprint, 2006.

DIAS, Marli Mendes. O lugar da afetividade no cotidiano escolar. São Paulo: 2007. Disponível em: <http://www.psicologia.com.pt/artigos/ver_opinião.php?> Acesso em: 02 fev. 2017.

FERNÁNDEZ, Alicia. A inteligência aprisionada. Porto Alegre: Artmed, 2014.

GÓMEZ, Ana Maria Salgado. Dificuldades de aprendizagem: detecção e estratégias de ajuda. Cultural S.A, 2014.

MACEDO, Lino de. Ensaios pedagógicos: como construir uma escola para todos? São Paulo: Artmed, 2005.

MOSQUERA, Juan José Mouriño; STOBÄUS, Claus Dieter. A cognição e a afetividade no ato pedagógico: aspectos propositivos para a educação marista. In: BONHEMBERGER, Marcelo; MENTGES, Manuir (Orgs). Educação Marista: perspectivas e desafios. 1. ed. São Paulo: FTD,2016.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais, 1997. Disponível em: <portal.mec.gov.br>. Acesso em: 27 fev. 2017.

PIAGET, Jean. Relações entre a afetividade e a inteligência no desenvolvimento mental da criança. Organização e tradução do original SALTINI, Cláudio J.P.; CAVENAGHI, Doralice B. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2014.

REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1995.

UNIÃO MARISTA DO BRASIL. Matrizes curriculares da Educação Básica do Brasil Marista: área de linguagens, códigos e suas tecnologias. Curitiba: PUCPR, 2016.

UNIÃO MARISTA DO BRASIL. Projeto Educativo do Brasil Marista: nosso jeito de conceber a educação Básica. Brasília: Umbrasil, 2010.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. A formação social da mente. 5. ed. Martins Fontes: São Paulo, 1994.

WALLON, Henri. A evolução psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
Publicado
2020-11-23
Como Citar
Veleda Costa, T. (2020). As relações de afeto vinculadas à aprendizagem. Caderno Marista De Educação, 10(1), e39601. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/caderno-marista-de-educacao/article/view/39601
Seção
Artigos