Informal English through sitcoms

A didactic proposal

Keywords: Informal English, Didactic proposal, Sitcoms.

Abstract

In light of studies on informal language teaching (SENEFONTE, 2018) and drawing on Socio-Discursive Interactionism (BRONCKART, 1999), this research aims at presenting a didactic proposal involving a sequence of systematized activities that address informal English through the sitcom genre. Therefore, this study belongs to the area of Applied Sociolinguistics and the field of language teaching/learning and teacher education. The first episode of the show How I met your mother forms the basis for the development of the exercises, which encompass current trends in language teaching and learning. The literature review conducted in this paper reveals the scarcity of studies on the teaching of informal English through sitcoms or any other audiovisual genre, suffice it to prove relevant the debate on this theme. To sum up, this paper is expected to expand the literature on this topic and enable teachers to reflect over their practices concerning language variations.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Anielli Renata Diamante Candido Lima, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Coronel Procópio, PR, Brasil

Diretora e professora da Smart Escola de Inglês, em Cândido de Abreu - PR. Aluna do curso de Especialização em Ensino de Língua Inglesa pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP/EAD). Especialista em Língua Portuguesa e Literatura pelo ESAP - Instituto de Estudos Avançados e Pós-Graduação (2009). Graduada em Letras Português/Inglês e Respectivas Literaturas pela UNIVALE - Faculdades Integradas do Vale do Ivaí (2008).

Fábio Henrique Rosa Senefonte, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Coronel Procópio, PR, Brasil

Professor adjunto na área de Língua Inglesa na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP-CP). Doutor (2018) e Mestre (2014) em Estudos da Linguagem (na linha de pesquisa ensino, aprendizagem e formação do professor de língua estrangeira) pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Especialista em Ensino de Língua Inglesa pela Universidade Estadual do Norte do Paraná- UENP (2011). Pela mesma Universidade, também é licenciado em Letras, com habilitações em língua portuguesa e língua inglesa com suas respectivas literaturas (2010). Tem experiência no ensino, aprendizagem e formação do professor de língua inglesa. Foi bolsista Fulbright, atuando como professor assistente de língua portuguesa na Howard University (Washington DC-EUA) (2013-2014) e aluno de pós-graduação da mesma Universidade, cursando disciplinas nos departamentos de Comunicação, Ciências Sociais e Educação. Os interesses de pesquisa abrangem a Sociolinguística Aplicada ao ensino, aprendizagem e formação do professor de língua estrangeira (com foco em variação linguística).

References

Alkmin, Tânia Maria. 2012. Sociolinguística. In Introdução à linguística: domínios e fronteiras (9. ed. rev., v. 1, pp. 23-49). São Paulo: Cortez.

Bakhtin, Mikhail Mjkhailovitch. 1997. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins fontes.

Brandão, Helena Nagamine. 2003. Texto, gêneros do discurso e ensino. In Gêneros do discurso na escola: mito, conto, cordel, discurso político, divulgação científica (4. ed., pp. 17-45). São Paulo: Cortez.

Brasil. Ministério da Educação. 2000. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio: linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília: MEC/SEF.

Bronckart, Jean-Paul. 1999. Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo Sociodiscursivo. São Paulo: EDUC.

Cañado, María Luisa Pérez. 2009. Reengineering English language teaching: making the shift towards ‘real’ English. CCSE journal, 2(3), 4-10. https://doi.org/10.5539/elt.v2n3p3

Cristóvão, Vera Lúcia lopes. 2005. Gêneros textuais, material didático e formação de professores. Signum: Estudos da Linguagem, 8(1), 173-191. https://doi.org/10.5433/2237-4876.2005v8n1p173

Cristóvão, Vera Lúcia Lopes. 2007. Modelos didáticos de gênero: uma abordagem para o ensino de língua estrangeira. Londrina: EDUEL.

Cristóvão, Vera Lúcia Lopes. 2009. Sequências didáticas para o ensino de línguas. In O livro didático de língua estrangeira: múltiplas perspectivas (1. ed., pp. 305-344). Campinas: Mercado de letras.

Dolz, Joaquim; Pasquier, Auguste; Bronckart, Jean-Paul. 1993. l’acquisition des discours: émergence d’une compétence ou apprentissage de capacités langagières? E la – études de linguistique appliquée, 92(2), 23-37.

Engkent, Lucia Pietrusiak. 1986. Real people don’t talk like books: teaching colloquial English. TESOL Canada Journal /Revue TESOL du Canada, 1(1), 225-234. https://doi.org/10.18806/tesl.v3i0.1007

Francescon, Paula Kracker; Senefonte, Fábio Henrique Rosa; Baronas, Joyce Elaine de Almeida. 2013. Variação linguística no ensino de língua inglesa. Revista entrelinha,7(2), 209-221.

Frumuselu, Anca Daniela. 2015.Subtitled television series inside the EFL classroom: long-term effects upon colloquial language learning and oral production. (Doctoral Thesis). University Rovira I Virgili, Spain, and University of Antwerp, Belgium.

Guth, Sarah; Helm, Francesca. 2010. telecollaboration 2.0: language, literacies and intercultural learning in the 21st century. New York: Peter Lang.

Hložková, Markéta. 2013. Sitcoms as a tool for English language teaching. supervisor: Ailsa Marion Randall. (Master’s Dissertation). Faculty of education, Masaryk University Brno, Brno.

Marcuschi, Luiz Antônio. 2008. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola editorial.

Paraná, Secretaria de Estado da Educação 2008. Diretrizes curriculares da educação básica: língua estrangeira moderna. Curitiba: SEED-PR.

Rachmijati, Cynantia. 2015. An analysis of the slang language used in the movie “juno”. ELTIN journal, 3(2), 97 105.

Ramalho, Mainly Reinhardt Vieira dos Santos. 2011. Teaching chunks of language: um trabalho com o seriado gilmore girls em aulas de inglês como língua estrangeira. (Dissertação de Mestrado). Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.

Senefonte, Fábio Henrique Rosa. 2018. Informal English: learning, teaching and teacher education. (Tese de Doutorado). Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

Silva, Silvânia Enedino. 2016. Que língua você fala? Uma abordagem das gírias na sala de aula de língua inglesa. (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Estadual da Paraíba, Guarabira.

Siqueira, Sávio. 2011. Inglês como língua franca: o desafio de ensinar um idioma desterritorializado. In Inglês como língua franca: ensino-aprendizagem e formação de professores (pp. 87-115). Campinas, SP: Pontes Editores.

Usó-Juan, Esther; Martínez-Flor Alicia. 2006. Approaches to language learning and teaching: towards acquiring communicative competence through the four skills. In Current trends in the development of teaching of the four language skills (pp. 3-25). Berlin: Mouton de Gruyter. https://doi.org/10.1515/9783110197778.1.3

Washburn, Gay. 2001. Using situation comedies for pragmatic language teaching and learning. TESOL Journal, 10 (2), 21-26.

Zhang, Guangtian. 2015. Learning critical literacy in ESL classrooms. Creative Education, 6(1), 1316-1321. https://doi.org/10.4236/ce.2015.612131

Published
2020-12-31
How to Cite
Lima, A. R. D. C., & Senefonte, F. H. R. (2020). Informal English through sitcoms: A didactic proposal. BELT - Brazilian English Language Teaching Journal, 11(1), e36650. https://doi.org/10.15448/2178-3640.2020.1.36650
Section
Didactic Activity